Seguir o O MINHO

Ave

Condenado a mais de 6 anos de prisão por agredir e violar namorada em Guimarães

Crime

em

Foto: DR / Arquivo

O Tribunal de Guimarães condenou a 6 anos e 8 meses de prisão um homem por violência doméstica e violação, sendo a vítima a namorada, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.


Em nota publicada na sua página na Internet, aquela procuradoria refere que o tribunal considerou provado que, durante o namoro, o arguido “sempre se mostrou controlador e possessivo, mantendo para com a vítima comportamentos ciumentos e agressivos, chegando a agredi-la e a obrigá-la a sair de casa só com a roupa interior vestida”.

Em 29 de maio de 2019, a vítima comunicou ao arguido que pretendia terminar o relacionamento que com ele mantinha desde janeiro de 2018.

Nesse mesmo dia, na casa em que o casal vivia, em Guimarães, o arguido acusou a namorada de pretender acabar a relação “só porque já tinha outro homem”.

Ter-se-á apoderado do telemóvel da namorada e viu o conteúdo das conversas escritas.

O tribunal deu como provado que, tendo visualizado determinada mensagem no telemóvel da vítima, o arguido “descontrolou-se, desferiu uma chapada na cara da ofendida, vários pontapés na cabeça e nas pernas e dois murros nas costelas”.

“Forçou-a a despir-se, colocou-a fora de casa e fechou-lhe a porta”, acrescenta a nota da procuradoria.

O arguido seguiu a vítima e esta acabou por regressar a casa, local onde o arguido a agrediu de novo e a forçou, mediante o uso da força física, a com ele manter relações sexuais, que filmou e remeteu à pessoa com quem a vítima trocara a referida mensagem.

O arguido foi ainda condenado na pena acessória de proibição, durante cinco anos, de contacto com a vítima, por qualquer forma, ou por interposta pessoa, medida fiscalizada através de meios técnicos de controlo à distância.

Fica igualmente obrigado a frequentar um programa específico de prevenção da violência doméstica.

Anúncio

Ave

Prisão preventiva para suspeito de tráfico de droga detido em Guimarães

Crime

em

Foto: PSP

Ficou em prisão preventiva um homem de 40 anos detido por tráfico de droga, em Creixomil, Guimarães, anunciou hoje a PSP.

A detenção ocorreu na passada sexta-feira no âmbito de uma operação da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial de Guimarães.

A PSP apreendeu ao suspeito 163 doses de cocaína, 26 doses de heroína, 703 euros em dinheiro, uma viatura e um telemóvel.

Presente a Tribunal de turno de Cabeceiras de Basto, o juiz aplicou-lhe a medida de coação mais gravosa: prisão preventiva.

O indivíduo já tinha sido condenado pelo mesmo tipo de crime.

Continuar a ler

Ave

Juiz manda prender dois suspeitos de 17 furtos em estabelecimentos e casas de Fafe

Crime

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Os dois homens do trio suspeito de 17 furtos a estabelecimentos comerciais e residências de Fafe ficaram em prisão preventiva após terem sido presentes a juiz no Tribunal Judicial de Fafe, na sexta-feira.

A mulher ficou sujeita à medida de coação de apresentações trissemanais no posto policial da sua área de residência.

Trio detido em Viana do Castelo suspeito de realizar 17 assaltos em Fafe

Recorde-se que a GNR tinha detido, na semana passada, dois homens e uma mulher, com idades entre os 25 e os 35 anos, em Viana do Castelo, por furtos em estabelecimentos comerciais e residências em Fafe.

 

Continuar a ler

Ave

Incendio em Famalicão consumiu parte de fábrica e dois camiões

Em Ribeirão

em

Foto: BV Famalicão

Um incêndio industrial em Ribeirão, no concelho de Famalicão, distrito de Braga, consumiu hoje parte de uma unidade fabril e dois camiões que estavam no exterior da fábrica, e está em “fase de rescaldo”, disseram fontes oficiais.

O incêndio industrial deflagrou pelas 15:00 e “arderam dois camiões e uma parte da unidade fabril”, disse à Lusa fonte dos Bombeiros de Famalicão, referindo que no local estiveram 71 operacionais com 21 veículos.

O incêndio registou-se numa empresa localizada na rua da indústria, em Ribeirão.

No local estiveram elementos das corporações dos Bombeiros Voluntários de Famalicão, Famalicenses, Taipas, Vizela, Trofa, Braga, Cruz Vermelha de Ribeirão, GNR e proteção civil municipal.

Continuar a ler

Populares