Seguir o O MINHO

Actual

Concorrência notificada da compra da empresa que abastece água em Fafe

Concessão de água em Fafe

em

Foto: Divulgação

O fundo de investimento privado Bridgepoint notificou a Autoridade da Concorrência (AdC) da compra da israelo-americana Miya, que detém a Indaqua, uma das maiores companhias nacionais de abastecimento de água ao domicílio, lê-se num aviso da AdC.

“Torna-se público que a Autoridade da Concorrência recebeu, a 25 de janeiro, uma notificação de uma operação de concentração de empresas”, que consiste na aquisição pela Bridgepoint Group Limited do controlo exclusivo sobre a Miya, lê-se na nota disponível na página de internet da AdC.

A Indaqua chegou a ser detida pela Mota-Engil, antes de passar a ser controlada pela empresa Miya, fundada pela empresária israelo-americana Shari Arison, e volta agora a mudar de donos.

A Indaqua exerce a sua atividade no âmbito de seis concessões municipais: Indaqua Fafe, Indaqua Santo Tirso/Trofa, Indaqua Feira, Indaqua Matosinhos, Indaqua Vila do Conde, Indaqua Oliveira de Azeméis, tendo ainda uma parceria público privada com o município de São João da Madeira (Águas de São João).

A Indaqua é assim vendida pela israelita Shari Arison à sociedade de direito inglês Bridgepoint, holding de um grupo internacional de private equity que, direta ou indiretamente, tem atividade em setores em Portugal como os da agricultura, vestuário, IT/software e saúde.

Em 2016, o fundo de investimento privado (private equity) Bridgepoint chegou a acordo para comprar a unidade de negócio relacionada com os produtos agrícolas da Sapec.

Populares