Seguir o O MINHO

Esposende

Concerto de Páscoa em Esposende com coros Pequenos Cantores e Ars Vocalis

Marcado para hoje à noite na igreja de Apúlia

em

Foto: CM Esposende

Intitula-se “Salmo”, está inserido na programação cultural da Semana Santa de Esposende e tem como protagonistas o Coro de Pequenos Cantores de Esposende e Coro Ars Vocalis. O Concerto de Páscoa está marcado para, hoje, às 22:00, na igreja de Apúlia e tem entrada livre.

A obra, uma estreia, é da autoria de Telmo Marques, criada para grande coro juvenil, soprano e decateto de
metais.

Neste contexto, juntam-se aos coros esposendenses, Helena Venda Lima como Diretora Coral, Diogo Zão ao Piano e comentários de Nuno Jacinto, nomes do panorama musical nacional como os Portuguese Brass, a Soprano Dora
Rodrigues e o Maestro Fernando Marinho.

Anúncio

Cávado

Até sempre, Paulo Gonçalves

Herói nacional

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Lágrimas, comoção e muitos aplausos marcaram o funeral de Paulo Gonçalves, durante esta tarde, em Gemeses, Esposende, de onde o consagrado piloto era natural.

Depois de centenas terem marcado presença, na quinta-feira, numa homenagem que durou desde o aeroporto até à igreja local, esta sexta-feira voltou a repetir-se a afluência para o último adeus à figura portuguesa mais emblemática da última década no Dakar.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Pelas 16:00 horas, iniciou a missa com centenas de cadeiras no exterior para que todos quanto quisessem participar. Foi ainda colocado um ecrã gigante e altifalantes para que as centenas de pessoas presentes pudessem ouvir.

Durante a cerimónia, a esposa do malogrado motard recordou a “força da natureza” que caracterizava Speedy. “O meu coração sentou quando o telefone tocou, foi o pior dia da minha vida”, disse. “Eras uma força da natureza como nunca vi igual”, acrescentou. “Estejas onde estiveres, vais continuar a lutar por mim e pelos nossos filhos”, disse ainda, afirmando ter “o coração partido em mil pedaços”.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Cerca de uma hora depois, iniciaram-se as cerimónias de cortejo fúnebre até ao cemitério local, deixando em lágrimas os presentes, com um coro de aplausos a furar o silêncio e a comoção que se fazia ouvir.

Familiares transportaram o caixão enquanto a viúva e os filhos seguiram atrás, com o capacete do piloto entre as mãos.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

No local, compreensivelmente, não faltaram motards para ajudar a louvar aquele que ficará para sempre na memória dos portugueses como um herói, que perdeu a vida a fazer o que mais gostava.

O motociclista perdeu a vida no Dakar 2020, na Arábia Saudita, a 12 de janeiro, aos 40 anos, na sequência de uma queda.

O acidente ocorreu ao quilómetro 276 da sétima etapa, de 12, da corrida, entre Riade e Wadi-al Dawasir. Ao todo, essa prova tinha 546 quilómetros.

Depois de anos a competir pela marca japonesa Honda, Paulo Gonçalves participava pela primeira vez no Dakar pela indiana Hero, marca que esteve sempre acompanhou a família após o trágico acidente e onde corria o barcelense Joaquim Rodrigues Jr, cunhado do esposendense.

Continuar a ler

Cávado

GNR recupera material roubado dentro de uma viatura em Fão

Ocupantes foram constituidos arguidos

em

Foto: Divulgação / GNR

Dois homens foram constituídos arguidos, na quinta-feira, em Fão, concelho de Esposende, por suspeitas de furto, foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado a O MINHO, o comando territorial de Braga da GNR explica que os homens circulavam “numa zona com pouca circulação”, em Fão, sendo abordados pela GNR durante uma ação de patrulhamento.

“No interior da viatura foi encontrado material que se apurou ter sido furtado, tendo sido apreendido”, refere a mesma nota.

Desse material apreendido destaca-se um televisor, duas ferramentas elétricas e cinco relógios de diversas marcas.

Parte do material apreendido já foi reconhecido e restituído aos proprietários.

Os suspeitos, com antecedentes criminais por furto, em que um deles já cumpriu pena de prisão, foram constituídos arguidos, tendo os factos sido remetidos para o Tribunal de Fafe.

Continuar a ler

Cávado

Multidão de pessoas e ‘coroas’ de flores para o ‘último adeus’ a Paulo Gonçalves

Adeus, ‘Speedy’

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

último adeus ao piloto esposendense Paulo Gonçalves está a ser marcado pela entrega de centenas de coroas de flores, junto à Igreja de Gemeses, em Esposende, ao longo desta sexta-feira.

Para além das lembranças, que chegam de vários cantos do mundo, chegam centenas de pessoas que pretendem estar no derradeiro tributo ao corpo do malogrado piloto que perdeu a vida no Dakar.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Em frente à igreja paroquial, onde é celebrada a missa de corpo presente, estão alinhadas centenas de cadeiras para acomodar todos os que marcam presença na cerimónia, que iniciou às 16:00 horas.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A última homenagem do universo motard decorreu ontem, quinta-feira, no trajeto do cortejo fúnebre que trouxe o corpo desde o aeroporto até Esposende, com as motos alinhadas na marginal, antecedendo o minuto de silêncio que foi cumprido na Praça do Município, antes de rumar a Gemeses.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Campeão do mundo de Cross-Country e Rallyes, em 2013, Paulo Gonçalves concluiu o Rali Dakar de todo-o-terreno em segundo lugar, em 2015, prova na qual participou por 13 vezes, tendo concluído quatro delas entre os dez primeiros classificados.

Era o piloto português com mais títulos nacionais e internacionais, numa carreira iniciada no Motocross e que passou também pelo Enduro e TT.

Em 2016, o Instituto Português do Desporto e da Juventude atribui-lhe o Prémio de Ética no Desporto por ter parado durante uma das etapas do Dakar2016, quando liderava a corrida, para ajudar o austríaco Mathias Walkner, que tinha caído.

Morreu, no passado dia 12 de janeiro, na sequência de uma queda durante a sétima etapa do Dakar 2020, na Arábia Saudita.

Continuar a ler

Populares