Seguir o O MINHO

Futebol

Com ‘chicotadas psicológicas’ as “coisas não resultam”, alerta Manuel José

Dez despedimentos em quatro meses

em

Foto: Getty / Junko Kimura

Manuel José, experiente treinador, deixou um alerta para as várias chicotadas psicológicas na I Liga portuguesa de futebol.

Em entrevista à rádio TSF, o técnico, já retirado das competições, lembrou um ditado popular para descrever os dez despedimentos, em apenas quatro meses, no principal escalão do desporto-rei.

“Quando o mar bate na rocha, quem se lixa é o mexilhão e neste caso são os treinadores”, disse.

Sá Pinto fala em situação “inesperada” após rescisão de contrato com o SC Braga

Com uma média de cerca de um treinador despedido a cada semana e meia de competição,  esta avalanche “não faz sentido nenhum”, afirmou, acrescentando que “as coisas não resultam” com mudanças de treinador já com a época em andamento.

SC Braga: As promessas de Rúben Amorim (e as explicações de Salvador) na apresentação

Ainda sobre a I Liga, o técnico tetracampeão da champions africana lamenta que o Sporting não esteja “na luta”, uma vez que, na sua opinião, “nem o Benfica nem o FC Porto têm mostrado uma superioridade que normalmente têm e mostram”.

Populares