Seguir o O MINHO

Guimarães

Um morto e quatro feridos graves em colisão rodoviária em Guimarães

em

Um morto e quatro feridos graves na Variante de Fafe resultaram do despiste de um carro, que embateu contra outras três viaturas, no sentido Este – Oeste, de Fafe para Guimarães.

A colisão rodoviária ocorreu cerca das 16:50 naquela variante à Estrada Nacional 101, no troço entre Mesão Frio (Guimarães) e Arões (Fafe), mas que segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil situa-se ainda na área do concelho de Guimarães.

O sinistrado morto encontrava-se em paragem cardiorrespiratória. Entre os feridos encontram-se três crianças, uma das quais um bebé de nove meses.

No local estiveram cerca de quatro dezenas de operacionais, com dezena e meia de viaturas, entre os quais meios do INEM – incluindo uma equipa de psicólogos oriundo do CODU, no Porto – e de várias corporações de bombeiros voluntários da região do Vale do Ave.

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

Foto: Paulinho Rociel/Facebook

A GNR de Guimarães e o Destacamento de Trânsito da GNR de Braga estão no teatro de operações, estando ainda uma brigada do Núcleo de Investigação Criminal em Acidentes de Viação (NICAV) da Guarda Nacional Republicana.

Notícia atualizada às 19h04.

Anúncio

Guimarães

Carro arde em Guimarães

Creixomil

em

Foto: André Ferreira

Uma viatura começou a arder na estrada, esta quinta-feira, na variante de Creixomil, em Guimarães, adiantou a O MINHO fonte dos bombeiros.

O alerta foi dado pelas 15:16 e para o local foram destacados os  Bombeiros de Guimarães  com uma viatura de socorro e cinco operacionais.

Apesar dos danos materiais, da ocorrência não resultaram feridos.

Continuar a ler

Guimarães

Trabalhadores da Herdmar, em Guimarães, reivindicam 850 euros de salário e 35 horas semanais

Reclamando aumentos salariais de 90 euros mensais e redução para as 35 horas de trabalho semanais

em

Foto: dstrenovaveis.com / DR

Os trabalhadores da Herdmar, em Guimarães, vão reunir-se esta tarde em plenário para decidir o recurso à greve”, reclamando aumentos salariais de 90 euros mensais e redução para as 35 horas de trabalho semanais, disse fonte sindical.

Em declarações à Lusa, o dirigente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Norte (SITE-N), Joaquim Costa, explicou que haverá ainda uma concentração frente à empresa, dedicada ao fabrico de cutelarias.

Segundo referiu, “os trabalhadores exigem um aumento de três euros por dia, que dá 90 por mês, e a atualização para 850 euros do salário inicial em vez do salário mínimo nacional”.

Os trabalhadores querem ainda a “redução para as 35 horas de trabalho semanais”.

“Vai haver um plenário e uma concentração frente à empresa. Em cima da mesa está o recurso à greve. Esta é uma empresa que tem clientes de luxo, que pode e não se entende que não atenda às reivindicações dos trabalhadores”, disse.

Outro objetivo, disse, “é que seja desbloqueada a negociação dos acordos coletivos de trabalho”, que, disse, “a empresa está a bloquear.

A Herdmar aumentou 25 euros aos salários para o ano de 2020 mas, segundo explicou, “foi no seguimento do cumprimento de um requisito legal”.

Continuar a ler

Guimarães

Habitante mais velha de Guimarães morre aos 106 anos

Milinha do Pedra

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães (Arquivo)

Emília Fernandes Rocha, conhecida por ser a habitante mais velha do concelho de Guimarães, morreu esta madrugada, aos 106 anos.

“Milinha do Pedra”, como era conhecida, nasceu a 05 de novembro de 1913, viveu no tempo das duas grandes guerras mundiais e passou por diversos regimes políticos, embora nunca tenha vivido em monarquia.

Na altura do 106.º aniversário, Domingos Bragança, presidente da Câmara de Guimarães, foi uma das presenças na festa da supercentenária, que teve lugar em Arosa, freguesia onde a mulher que nasceu antes da I Guerra Mundial juntou “familiares e amigos, num ambiente de festa e boa disposição”, como destacou a autarquia na sua página na rede social Facebook.

Era um exemplo notável de longevidade, como ficou registado numa reportagem realizada em novembro de 2019, pelo Grupo Santiago.

Milinha vai a sepultar esta sexta-feira, no cemitério paroquial de Arosa, em Guimarães. As cerimónias religiosas iniciam pelas 16:00 horas, naquela igreja paroquial.

Continuar a ler

Populares