Seguir o O MINHO

Ave

Coligação PSD/CDS apresenta programa eleitoral com 500 medidas para Famalicão

Eleições autárquicas

em

Foto: Divulgação

O candidato da Coligação PSD/CDS à Câmara de Famalicão apresentou um programa eleitoral “com cerca de 500 medidas” dividias por “30 áreas temáticas”.

“Desenhado em função da nossa visão, do contexto de um novo Quadro Comunitário de Apoio e do Plano de Recuperação e Resiliência e que vai continuar aberto à participação dos famalicenses no âmbito do Plano Estratégico de Famalicão que vamos realinhar”, o candidato fala num “programa ambicioso, inovador, moderno, que dá continuidade ao trabalho de qualidade dos últimos anos, mas que rasga novos caminhos para o futuro”.

As agenda Famalicão Ecológico, Famalicão Qualificado, Famalicão Integrador, Famalicão Participativo e Famalicão Dinâmico são a estrutura “de uma visão de um município moderno, inovador, empreendedor e com qualidade de vida”, afirmou, citado em comunicado.

Na apresentação aos jornalistas, Mário Passos destacou algumas das muitas medidas que assume concretizar para fazer face aos desafios do futuro em Famalicão.

No transporte público rodoviário fala numa “verdadeira revolução, para tornar a rede eficiente, confortável e muito abrangente”. Mário Passos lembra os passos dados já neste capítulo pelo atual executivo e assume “alargar circuitos, ajustar horários às dinâmicas diárias da população e tornar o transporte eficiente com diferentes tipos de soluções ao nível de viaturas. Vamos sedimentar e alargar a experiência do Voltas. Vamos modernizar o serviço com informação objetiva em múltiplas plataformas, incluindo as digitais”.

Na Habitação, Mário Passos aponta “um desafio que queremos agarrar com coragem e determinação. Pretendemos criar condições para mais, melhor e mais acessível habitação”. Como propostas destaca, entre outras “a revisão do PDM, que tem que levar em linha de conta esta realidade, de incentivos à reabilitação urbana, de uma melhor regulamentação urbanística, de apoios sociais às famílias carenciadas e de apoios específicos para os jovens nesta matéria”. Fala ainda no “máximo aproveitamento dos programas nacionais e europeus para esta áreas, de forma a oferecermos terrenos e habitações a custos controlados e acesso à renda acessível.”

O candidato apresentou outras medidas para várias áreas como a Educação, Cultura e Desporto, Ambiente, Saúde e Economia.

“Seria um erro enorme retroceder para uma visão provinciana do nosso concelho. Famalicão é, orgulhosamente, um território contemporâneo, que inova na sua forma de governar, na sua forma de fazer a cidade, na sua forma de organizar o espaço público, na sua forma de congregar, de unir, de consensualizar e de gerir as redes institucionais de cogestão”, conclui.

Populares