Coca e S. Jorge voltam a combater nas festas concelhias de Monção

Combate entre a Coce e S. Jorge marcado para as 19:00

O feriado do Corpo de Deus é uma das datas mais emblemáticas para a população de Monção com a realização das festas concelhias onde está inserido um dos momentos mais relevantes para toda a região: o combate da Coca com S. Jorge. No entanto, as festividades prolongam-se até domingo, com outros motivos de interesse.

O programa é diversificado, destacando-se, hoje, feriado nacional, a arruada da Coca (10:00), a Eucaristia e Procissão Solene (17:00), o tradicional combate entre S. Jorge e a Coca (19:00), no Anfiteatro Natural do Souto, seguido do Momento da Celebração, onde todos, em ambiente de festa, celebram o final do combate.

Após o percurso pelos lugares do costume, a procissão recolhe à Igreja Matriz e as pessoas deslocam-se em massa para o local do combate. O povo dispõe-se em redondel enquanto o cavaleiro S. Jorge, representando o bem, e o dragão Coca, representando o mal, tomam posições no terreno.

O combate demora o tempo que leve ao cansaço dos participantes ativos ou à vitória de S. Jorge que, para tal, tem de introduzir a lança, por três vezes, nas goelas da Coca e, com a espada, cortar-lhe uma orelha. Reza a história que, caso vença S. Jorge, haverá um bom ano agrícola com muito e bom Alvarinho. Se a vitória sorrir à Coca, aproximam-se tempos adversos e difíceis.

O dia seguinte, 21 de junho, sexta-feira, é totalmente dedicado aos mais pequenos com a atividade “Ninho da Coca” (09:30 às 12:30 e 14:00 às 18:00). Nesta atividade, que se prolonga no sábado e domingo, na Praça Deu-la-Deu, os mais pequenos podem participar em oficinas de trabalho e construir uma instalação coletiva.

No sábado, 22 de junho, está prevista a entrega dos prémios do concurso de desenho “Era uma vez….O Foral”, pelas 10:30, na Praça Deu-la-Deu, continuando o programa deste dia com as atividades “Dragonologia”, pelas 11:30 e 16:00, e “Ninho da Coca”, entre as 16:00 e as 20:00. À noite, com início às 21:30, decorre o espetáculo “O Despertar do Dragão”.

O último dia, domingo, 23 de junho, engloba o Peddy Paper para famílias “Na Pegada da Coca”, pelas 11:30, na Praça Deu-la-Deu, e o Cortejo Etnográfico das Freguesias, pelas ruas do centro histórico, com início às 16:30. Além da sonoridade característica das aldeias como bombos, concertinas e cavaquinhos, mostram-se algumas vivências de ruralidade como a prática da pastorícia, o trabalho do granito, as vindimas, a malhada do centeio, ou a desfolhada.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Morreu antigo jogador do Braga Fernando Palmeira

Próximo Artigo

IPCA organiza segunda edição das férias no Campus

Artigos Relacionados
x