Seguir o O MINHO

Futebol

Clubes votam sobre fim da II Liga, cinco substituições e governação da Liga

Futebol

em

Foto: DR

Os clubes vão votar hoje as decisões tomadas pela direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) na sequência do cancelamento da II Liga, a possibilidade de serem realizadas cinco substituições e a própria governação do organismo.


A Assembleia-Geral (AG) está marcada para a sede da LPFP, no Porto, a partir das 15:00, e tem cinco pontos na ordem de trabalhos, entre os quais a discussão do modelo de governação do organismo presidido por Pedro Proença.

A liderança do antigo árbitro tem sofrido contestação e a sua direção já registou as ‘baixas’ de Benfica e Cova da Piedade, antes de Proença apresentar um modelo de governação com uma direção executiva, sem clubes representados – permanecem no elenco FC Porto, Sporting, Tondela, Gil Vicente, Mafra e Leixões.

Em discussão vai estar também o fim precoce da II Liga, inviabilizada no plano de desconfinamento do Governo, em 30 de março, e alvo de várias decisões por parte da direção da LPFP.

Entre estas destacam-se a indicação para a subida de Nacional e Farense, e para a descida de Cova da Piedade e Casa Pia, assim como o plano de apoio aos clubes do segundo escalão, através de um fundo de tesouraria no valor de 1,52 milhões de euros (ME), complementar ao de um milhão criado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Os dois fundos ascendem a 2,52 ME, o que pode representar individualmente para cada clube cerca de 170 mil euros, 108.500 euros através do mecanismo criado pela LPFP e 62.500 euros pelo da FPF.

A suspensão definitiva da II Liga foi alvo de uma queixa junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) por parte do Marítimo, numa ação que deverá ter eco junto dos pretendentes à subida ao principal escalão, como Feirense, Mafra, Estoril Praia e Varzim, e dos despromovidos.

O emblema madeirense também foi o único a opor-se à alteração temporária do Regulamento de Competições da LPFP, que permitiria a inscrição de nove suplentes e a realização de cinco substituições por equipa nos remanescentes 90 jogos da I Liga, exigindo que esta proposta fosse votada em AG.

Estas questões, juntamente como o plano de retoma da I Liga, em 29 de maio último, são os temas sujeitos a votação na reunião magna da LPFP, que deve juntar as 34 sociedades desportivas representantes das 36 equipas dos escalões profissionais.

A I Liga foi reatada, sob fortes restrições e sem público nos estádios, na quarta-feira, naquele que foi o primeiro dos 90 jogos das últimas 10 jornadas, disputadas até 26 de julho.

Além do principal escalão, também a final da Taça de Portugal, entre Benfica e FC Porto, integra o plano de desconfinamento face à pandemia de covid-19, ainda em data e local a designar.

Anúncio

Futebol

Davidson confirma saída do Vitória rumo à Turquia

Futebol

em

Foto: DR / Arquivo

O extremo Davidson confirmou hoje que vai jogar no Alanyaspor, da I Liga turca de futebol, a partir da próxima época, após ter cumprido as duas últimas temporadas no Vitória SC.

“Este é o momento [para sair]. Estou eternamente grato ao Vitória, mas tenho 29 anos e este é o momento de seguir novos rumos, e o Alanyaspor apostou em mim. Também vou porque [a equipa] está na Liga Europa. É um desafio promissor para a minha carreira”, disse o jogador brasileiro, numa entrevista ao canal 11.

A caminho do quinto classificado da I Liga turca em 2019/20, que vai disputar a terceira pré-eliminatória da Liga Europa, o atacante considerou que a última época em Guimarães foi “boa individualmente” – realizou 44 jogos e marcou 10 golos, repartidos pela I Liga, pela Taça de Portugal, pela Taça da Liga e pela Liga Europa.

Natural do Rio de Janeiro, Davidson chegou a Portugal no verão de 2015, para representar o Sporting da Covilhã, clube da II Liga ao serviço do qual apontou 13 golos em 67 partidas, em época e meia.

O atacante mudou-se para o Desportivo de Chaves em janeiro de 2017 e marcou seis golos em 53 encontros oficiais pelos transmontanos, até ao final da temporada 2017/18, antes de se transferir para o Vitória, clube pelo qual fez 10 golos em 39 desafios na primeira época.

Continuar a ler

Futebol

Famalicão contrata defesa esquerdo ao Chaves

Ibrahim

em

Foto: DR

O Famalicão, da I Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje a contratação de Abdul Ibrahim, defesa esquerdo, com um vínculo válido até ao final da temporada 2022/23.

“Assinar pelo Famalicão é mais um passo importante na minha carreira. Conheço o projeto que o clube delineou e estou muito entusiasmado para ajudar o clube a continuar o seu processo ascendente no futebol português”, referiu o ganês, de 21 anos.

O jogador chegou a Portugal em 2017 para jogar nos juniores do Chaves, clube que o descobriu na Academia WAFA.

Abdul Ibrahim manteve-se em Trás-os-Montes até ao final da época transata, durante a qual atuou na equipa satélite dos flavienses, que competiu no Campeonato de Portugal.

Continuar a ler

Futebol

Paulo Sousa deixa comando técnico dos franceses do Bordéus

Futebol

em

Paulo Sousa. Foto: DR / Arquivo

O português Paulo Sousa rescindiu hoje o seu contrato com o Bordéus, 12.ºs classificados da Liga francesa quando foi a competição foi cancelada devido à pandemia de covid-19, confirmou à Lusa a assessoria do treinador.

Paulo Sousa, de 49 anos, deixou o clube ao qual chegou em março de 2019, devido ao incumprimento com o projeto desportivo proposto, explicou a mesma fonte, acrescentando que o português já tinha assumido a vontade de rescindir o contrato que o ligava ao clube até 30 de junho de 2022.

O antigo médio de Benfica, Sporting, Juventus, Borussia Dortmund, Inter Milão, Parma, Panathinaikos e Espanyol estreou-se como treinador nas seleções jovens portuguesas, seguindo-se passagens por Queens Park Rangers, Swansea, Leicester, Videoton, Maccabi Telavive, Basileia, Fiorentina e Tianjin Quanjian.

No seu historial como técnico, Paulo Sousa sagrou-se campeão na Suíça (2014/15) e em Israel (2013/14), tendo ainda conquistado uma Taça de Israel (2013/14), uma Taça da Liga húngara (2011/12) e duas Supertaças da Hungria (2011/12 e 2012/13).

Continuar a ler

Populares