Seguir o O MINHO

Ave

Ciclo Close-Up em Famalicão com edição dedicada à Comunidade

Cultura

em

Foto: DR

A Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão vai receber, entre 16 e 23 de outubro, a sexta edição do ciclo Close-Up, dedicada ao tema da Comunidade, que vai incluir dois filmes-concertos, anunciou hoje aquela instituição.

A abrir o Close-Up vai estar um filme-concerto dos Sensible Soccers, que vão apresentar a sua banda sonora para “Douro, Faina Fluvial” e “O Pintor e a Cidade”, de Manoel de Oliveira, na base de um álbum que a banda vai lançar no dia 01 de outubro.

Na outra ponta do programa, no dia 23, vai estar Filipe Raposo com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, a fazer a banda sonora de “Metropolis”, de Fritz Lang.

“São de comunidades que se preencherão as Paisagens Temáticas, ficção e documentário, olhares sobre Portugal nas primeiras vivências em democracia: Manuela Serra e a comunidade de Lanheses em ‘O Movimento das Coisas’, as cooperativas do Ribatejo em ‘Prazer, Camaradas’, ou a estreia de ‘Operário Amador’, as origens de uma companhia de teatro, fundada por um grupo de operários têxteis, na agora vila de Joane”, pode ler-se em comunicado divulgado pela Casa das Artes.

Famalicão vai ainda receber obras como “Surdina”, de Rodrigo Areias, “A Nossa Terra, o Nosso Altar”, de André Guiomar, “Crash”, de David Cronenberg, “Minari”, de Lee Isaac Chung, e “66 Cinemas”, de Philipp Hartmann.

No campo das “Histórias do Cinema”, o ciclo vai visitar o cinema de Wong Kar-wai e de Hong Sang-soo, exibindo trabalhos como “O Filme de Oki”, “Dias Selvagens” e “Chungking Express”, entre outros.

O Close-Up inclui ainda espaço para a exibição de filmes do luso-suíço Basil da Cunha, que dará uma ‘masterclass’ no dia 22.

Adicionalmente, vai haver também programação dedicada ao público infanto-juvenil e famílias em geral, para além de sessões nos agrupamentos de escolas do concelho.

Populares