Seguir o O MINHO

Ave

Ciclista Tiago Machado candidato a vereador pelo PS em Famalicão

Eleições autárquicas 2021

em

A Concelhia do Partido Socialista de Famalicão escolheu a freguesia de Avidos para apresentar publicamente, neste domingo à noite, a equipa completa com que concorrerá à Câmara Municipal nas eleições autárquicas do próximo outono. Será a primeira força política a fazê-lo, dias depois de o seu líder, Eduardo Oliveira, ter anunciado que o partido concorrerá a todos os órgãos autárquicos do concelho com listas próprias: 34 assembleias de freguesia, Câmara e Assembleia Municipal.

A Eduardo Oliveira – oficializado como candidato a presidente da Câmara no passado dia 05, numa sessão em que participou o secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro – juntar-se-ão os outros 16 membros da lista socialista ao órgão executivo do município, cinco dos quais independentes. Na mesma altura será dado a conhecer o mandatário da candidatura.

A sessão irá decorrer no auditório da Junta de Freguesia de Avidos, com a lotação limitada a um terço da sua capacidade, dado o protocolo sanitário a cumprir em tempos de pandemia. No entanto, o evento será transmitido online, através das páginas de Eduardo Oliveira e do PS Famalicão no Facebook.

O candidato socialista à presidência da Câmara Municipal sente-se “lisonjeado e incentivado” por ter conseguido reunir uma “excelente equipa de vereadores”, formada por militantes do PS com “comprovada experiência política e autárquica” e independentes “de grande mérito profissional e que acrescentam valor” à lista que encabeça.

Para o também líder concelhio do PS, “está resgatada a credibilidade” do seu partido em Famalicão, ficando “demonstrado” que os socialistas “interagem bastante com o meio e estão abertos à sociedade civil famalicense”.

Com efeito, entre os 17 membros da lista para a Câmara Municipal (11 efetivos e seis suplentes), constam cinco independentes, dois dos quais colocados em lugares que Eduardo Oliveira acha “perfeitamente elegíveis, se esta onda pela mudança que está a mobilizar atenções por todo o concelho tiver expressão nas urnas”. São eles a médica pediatra Clara Vieira, 45 anos, residente em Antas e a trabalhar na Unidade de Famalicão do CHMA – Centro Hospitalar do Médio Ave desde 2008, e o laureado ciclista famalicense Tiago Machado, 35 anos, natural de Vale São Martinho e a residir em Abade de Vermoim, que na corrente época velocipédica está integrado na equipa da Rádio Popular – Boavista. Ocupam, respetivamente, os sexto e o sétimo lugares efetivos da equipa com que o PS se propõe governar o município.

Entre os seis suplentes da lista, ainda mais sobressaem os independentes, uma vez que metade não tem vínculo partidário: José Miguel de Oliveira, 48 anos, professor de Filosofia no Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques, na Vila das Aves, mas com residência em Delães; Inês Lima, 38 anos, optometrista e moradora desde que nasceu na cidade de Famalicão; e Amândio Silva, 42 anos, engenheiro informático e residente em Cavalões.

“Na sociedade civil famalicense, há um crescente sentimento de expetativa em relação ao projeto de mudança do PS. Estamos focados na resolução dos problemas das pessoas no pós-pandemia e na coesão social e territorial do concelho. Reside aí, e num genuíno esforço de abertura ao exterior, o reforço da atratividade política do PS em Famalicão”, salienta Eduardo Oliveira.

Por isso, continua, a estrutura local do PS tem tido ultimamente “mais independentes” a participar nas suas atividades e eles “também pedem uma mudança na governação do município”.

Na sessão de domingo, em Avidos, ficarão a conhecer-se os dirigentes e quadros socialistas que fazem parte da lista, que integra sete mulheres, “duas das quais em lugares claramente elegíveis”, adianta Eduardo Oliveira.

Populares