Seguir o O MINHO

Região

Chuva e trovoada no domingo de São João

Previsão do tempo

em

Foto: DR/Arquivo

O fim de semana de São João vai trazer chuva e trovoada aos distritos de Braga e Viana do Castelo, segundo a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Marcelo vai festejar São João de Braga

Para sábado, a previsão é de céu com pouca nebulosidade com tendência a espessar no decorrer do dia. Prevê-se o regresso tímido da chuva, que será fraca e cairá num carácter contínuo mas não muito volumoso no Minho.

No domingo de São João antecipam-se acumulados de precipitação em toda a região do Minho, estimando-se mesmo que a chuva seja acompanhada de trovoada no período da manhã.

CP reforça transporte para festejos de São João entre Braga e Porto

A temperatura em Viana do Castelo varia dos 11 até aos 21 graus no fim de semana, e dos 12 aos 26 em Braga.

Anúncio

Braga

Adepto do Sporting agredido em Braga

Jogo entre Sporting e SC Braga

em

Um jovem adepto do Sporting, de 26 anos, foi agredido, esta terça-feira à noite, em Braga, alegadamente por adeptos do SC Braga, após jogo da meia-final da Taça da Liga, que pôs frente-a-frente os dois clubes.

Ao que O MINHO apurou, Joel e a namorada foram comer qualquer coisa à Taberna Belga, após o jogo, que viram na televisão. Lá dentro, o jovem foi abordado por um adepto do Braga, que lhe disse que, se não tirasse a camisola que levava vestida (do Sporting), não acabava de comer.

Entretanto, Joel foi à rua fumar um cigarro, e três adeptos do SC Braga, incluindo o que o ameaçou, seguiram-no e começam a bater-lhe com um bastão.

A namorada, que também veio à rua, também foi agredida.

Joel ficou com um hematoma profundo numa perna e com a cabeça rachada (levou sete pontos).

Face à situação, gerou-se grande confusão em frente àquele conhecido espaço de restauração, com mais agressões a adeptos do Sporting e com a vinda de mais um grupo de adeptos do SC Braga.

Posteriormente, com a chegada da Equipa de Prevenção e Reação Imediata e da Equipa de Intervenção Rápida da PSP, entretanto chamadas ao local, os ânimos ficaram mais calmos.

Os alegados adeptos do SC Braga acabaram por fugir e ninguém foi identificado.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Joel Martins foi transportado para o Hospital de Braga pelos Bombeiros Sapadores de Braga. A namorada  também foi levada na mesma ambulância, não tendo sido possível apurar se seguiu viagem como acompanhante da vítima ou como ferida.

Após sair do hospital, o adepto do Sporting foi à esquadra da PSP, onde apresentou queixa.

Continuar a ler

Alto Minho

Responsáveis de IPSS de Ponte de Lima acusados de burla à Segurança Social

Burla superior a 33 mil euros

em

Foto: DR / Arquivo

O Ministério Público acusou de burla tributária o presidente e duas diretoras técnicas de uma instituição particular de solidariedade social (IPSS) de Ponte de Lima, por alegadamente terem declarado à Segurança Social serviços que não prestaram.

Em nota hoje publicada no seu ‘site’, a Procuradoria-Geral Distrital do Porto acrescenta que a IPSS também vai responder pelo mesmo crime.

O Ministério Público considerou indiciado que o presidente e duas diretoras técnicas, “relativamente a 11 utentes idosos que frequentavam valências da IPSS, declararam à Segurança Social, para efeitos de atribuição de prestações, serviços nunca prestados”.

Segundo o Ministério Público, com esta conduta a IPSS teve uma vantagem patrimonial ilegítima superior a 33.600 euros, “à custa” da Segurança Social.

Continuar a ler

Cávado

Mulher que esfaqueou marido em Esposende acusada de tentativa de homicídio

Violência doméstica

em

Foto: Ilustrativa / DR

O Ministério Público (MP) acusou de homicídio qualificado, na forma tentada, uma mulher que em 2018 esfaqueou o marido nas costas em Marinhas, Esposende, quando ele dormia, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Em nota publicada na sua página na internet, aquela procuradoria refere que os factos remontam à madrugada de 11 de abril de 2018, no interior da residência do casal.

O MP considerou indiciado que a arguida, com cerca de 35 anos, manteve uma discussão com o marido, após o que este “se recolheu a um quarto, acabando por adormecer sobre uma cama, de barriga para baixo”.

Ainda segundo o MP, a arguida, por volta das 03:30, foi ao quarto munida de uma faca de gume serrilhado e desferiu um golpe, “com força e de cima para baixo”, na zona das costas do marido.

“A vítima só não morreu mercê da pronta assistência médica que lhe foi prestada”, acrescenta.

Continuar a ler

Populares