Seguir o O MINHO

Barcelos

ChemiTek abre unidade de produção em Esposende para crescer no mercado internacional

Empresa de Barcelos produz revestimentos inovadores para limpeza e proteção de painéis solares

em

Foto: Divulgação

A ChemiTek, empresa de Barcelos que faz parte da comunidade da Startup Braga, acaba de abrir a sua nova unidade de produção em Esposende. Tem  500 m2 e uma capacidade de produção de 10 toneladas/dia.

Com esta nova infraestrutura, a ChemiTeK aumenta a sua capacidade de produção reforçando a sua resposta ao aumento da procura e preparando a empresa para o crescimento no mercado dos painéis solares na Europa e Ásia. Ao mesmo tempo, prevê o reforço da equipa de colaboradores.

Esta startup desenvolve “soluções revolucionárias” para a remoção de detritos e proteção contra a sujidade de painéis solares e vidros. Através da aplicação dos seus produtos nas superfícies, a ChemiTek garante a limpeza durante mais tempo.

Com 70 mil painéis solares a serem instalados a cada hora em todo o mundo, César Martins, diretor executivo da ChemiTek, acredita que a proposta de valor da ChemiTek “será uma grande aliada na hora de garantir a salubridade destas superfícies produtoras de energia,  reduzindo as perdas de energia provocadas pela sujidade no parque solar”.

Atualmente, a empresa tem no “Solar Wash Protect” (produto concentrado que dilui em água para lavar e proteger os painéis solares) e no industrial “Glass Protect” (produto para aplicação no vidro solar, que oferece uma hidrofobicidade a todos os tipos de detritos e diminui a reflexão da luz), os seus grandes ativos.

Recorde-se que a ChemiTek fechou em julho passado uma ronda de investimento, que permitiu a captação de 800 mil euros de investimento – liderado pela Portugal Ventures, com o fundo de investimentos SBS – Investimentos em Startups, a BrainCapital e Nelp Five. A ChemiTek prepara-se agora para marcar presença na WebSummit para apresentar os seus produtos e reforçar a sua rede de parceiros.

Anúncio

Barcelos

Pavilhão de Barcelos para banhos e recolha de roupa dos profissionais de saúde

Covid-19

em

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

A Câmara de Barcelos cedeu o pavilhão municipal para os funcionários do Hospital de Barcelos tomarem banho.

Também a lavandaria do espaço passa a servir para os profissionais de saúde deixarem as roupas do trabalho, no final de cada turno, para serem recolhidas por uma empresa especializada na lavagem e desinfeção dos equipamentos.

Esta medida surge na sequência da pandemia covid-19 e nos perigos a que estes profissionais estão expostos durante os turnos na unidade hospitalar.

Desta forma, e para além das unidades que já fornecem alojamento gratuito para os trabalhadores do hospital, os profissionais podem lavar-se e deixar a roupa antes de se deslocarem para casa, diminuindo os riscos de contágio para com os familiares.

(notícia atualizada às 14h03 com a indicação de que a roupa é deixada no local, mas lavada no exterior)

Continuar a ler

Barcelos

Barcelos em confinamento total dá o exemplo

FOTOGALERIA

em

Fotos: Vítor Vasconcelos / O MINHO

A autoestrada A11 e as várias estradas e ruas de Barcelos encontravam-se, este domingo, totalmente vazias, como mostram as fotografias recolhidas, ao início da tarde por O MINHO.

Largo da Porta Nova. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Rua Direita. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Paços do Concelho. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Igreja Matriz. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Campo da Feira. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Campo da Feira. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Rotunda Braga/ Famalicão. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Lar em Barcelos tem cinco utentes e quatro funcionários infetados. Direção desesperada com falta de recursos humanos

Estrada Nacional Braga-Barcelos. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Circular. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Rotunda da Bolacha. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Entrada para a A11. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

A11. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

A11. Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Portugal encontra-se em estado de emergência desde 22 de março e até 02 de abril, obrigando as populações a limitar as deslocações a razões imponderáveis.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), o país regista hoje 119 mortes associadas à covid-19, mais 19 do que no sábado, e 5.962 infetados (mais 792).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 600 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 28.000.

Continuar a ler

Barcelos

Escolas de Barcelos, com medo do Covid-19, afastam alunos bailarinos regressados de Itália

Coronavírus

em

Foto: DR

Alguns atletas da escola de dança da ARCA, em Barcelos, estão a ter alguns problemas para regressar às aulas depois de uma semana em Itália, onde participaram num concurso internacional.

Segundo Daniel Costa, diretor artístico e treinador da associação, os alunos receberam emails de professores ” a pedirem para eles não comparecerem às aulas nos próximos dias”.

O responsável acusa as  escolas de “cederem à pressão de grupos de encarregados de educação que exigem que os nossos alunos não frequentem a escola”.

Daniel Costa refere que houve sempre contacto permanente com a linha de apoio Saúde 24 e que todas as diretivas da Direção-Geral de Saúde foram cumpridas, ao longo do tempo em que estiveram no Norte de Itália, mais precisamente em Florença.

Todavia, a Direção de Saúde do Norte já terá contactado as escolas de forma a demover as mesmas da intenção de não deixar os alunos regressarem.

“A Direção de Saúde do Norte já entrou em contacto com todas as partes e indicou que os alunos podem e devem ir à escola e continuar com a sua vida normal, estando sempre atentos a quaisquer sintomas e sinais que possam surgir”, refere o responsável.

A ARCA Dance Studio marcou presença na competição internacional de dança, Danzainfiera, que se realizou em Florença.

Continuar a ler

Populares