Seguir o O MINHO

Guimarães

Charles Lloyd em novembro na abertura do festival Guimarães Jazz

Saxofonista norte-americano

em

O saxofonista norte-americano Charles Lloyd abrirá em novembro o festival Guimarães Jazz, cuja 28.ª edição se apresenta com uma visão baseada “na estrita pulsação do presente”, anunciou hoje a organização.

Charles Lloyd, o “superlativo saxofonista” que aos 81 anos está “em pleno fulgor criativo”, como apresenta o festival, regressa ao Guimarães Jazz a 07 de novembro, com um concerto no Centro Cultural Vila Flor em formato quinteto.

O Guimarães Jazz contará com 13 concertos repartidos entre 07 e 16 de novembro, programando com “uma visão baseada não em passadismos inconsequentes, nem em futurismos estéreis e já ultrapassados, mas na estrita pulsação do presente”.

Além de Charles Lloyd, o festival assinala ainda o regresso a Portugal do saxofonista norte-americano Joe Lovano (13 de novembro) e as atuações do baterista holandês Han Bennink com a ICP Orchestra (11 novembro) e do percussionista mexicano Antonio Sánchez (08 novembro), premiado pela banda sonora do filme “Birdman”, de Iñárritu.

Dos Estados Unidos chegarão também a Guimarães dois pianistas nascidos nos anos 1970 e, segundo a organização, conectados com o presente: Vijay Iyer e Craig Taborn, a 09 novembro, com uma atuação intitulada “The Transitory Poems”.

A Orquestra de Guimarães atuará a 14 de novembro com a vocalista e compositora sueca Lina Nyberg, para interpretar “Terrestrial”, o último capítulo de uma trilogia musical que é um “extraordinariamente criativo e politicamente pertinente manifesto em defesa da natureza”.

Este ano, além da parceria com a Porta Jazz, haverá uma nova colaboração com o coletivo Sonoscopia. Com ambos haverá atuações de músicos como Miguel Moreira, Rui Rodrigues, Gustavo Costa e Julius Gabriel.

Anúncio

Guimarães

Filho confirma que cadáver encontrado em Guimarães é de eletricista desaparecido há 2 semanas

No rio Ave

em

Foto: DR

O filho de um homem de 63 anos, de Guimarães, desaparecido desde 08 de janeiro confirmou, numa publicação no Facebook, que o cadáver hoje encontrado no rio Ave é do seu pai.

O corpo foi encontrado pelas 11:00, na freguesia de Barco, Guimarães.

A Polícia Judiciária esteve a fazer perícias ao cadáver no local, onde esteve também o filho do homem desaparecido.

O corpo foi removido ao início da tarde para o Instituto de Medicina Legal de Guimarães, para autópsia.

As autoridades ainda não confirmarm oficialmente a identidade da vítima.

Um homem de 63 anos, de Creixomil, Guimarães, estava desaparecido desde 08 de janeiro. Saiu de casa na noite desse dia, de carro, alegadamente para visitar um cliente em Caldas das Taipas, e desde então nunca mais foi visto.

O telemóvel foi entretanto encontrado, mas o carro ainda não.

As autoridades chegaram a promover buscas no rio Ave, mas sem sucesso. A Polícia Judiciária continua a investigar o caso.

Continuar a ler

Guimarães

Encontrado cadáver no rio Ave em Guimarães

Em Barco

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O cadáver de um homem foi hoje encontrado num rio na freguesia de Barco, Guimarães, estando as autoridades a efetuar diligências para apurar se se trata da pessoa que está desaparecida desde 08 de janeiro, disse fonte dos bombeiros.

Segundo a fonte, o alerta para “um corpo a boiar no rio” foi dado cerca das 11:00.

Um homem de 63 anos, de Creixomil, em Guimarães, distrito de Braga, está desaparecido desde o dia 08 de janeiro.

Saiu de casa na noite desse dia, de carro, alegadamente para visitar um cliente em Caldas das Taipas, e desde então nunca mais foi visto.

Entretanto, o telemóvel do desaparecido foi, mas o carro ainda não.

Continuar a ler

Guimarães

Homem de 35 anos em estado grave após colisão em Guimarães

Em Creixomil

em

Um homem, com 35 anos, sofreu ferimentos graves na sequência de uma colisão frontal, ao início da noite deste domingo, na cidade de Guimarães.

A colisão ocorreu na Rua da Pisca, em Creixomil, provocando ainda ferimentos ligeiros num outro interveniente, um homem com 67 anos.

“Houve necessidade de desencarcerar a vítima mais nova”, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

No local, estiveram os Bombeiros de Guimarães com três viaturas e oito operacionais.

A equipa médica da VMER de Guimarães fez acompanhamento clínico do ferido grave até ao hospital local, para onde ambas as vítimas foram transportadas.

A PSP registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares