Seguir o O MINHO

Alto Minho

Cerveira investe 4 milhões nas redes de água e saneamento

Nos próximos dois anos

em

Foto: DR/Arquivo

A Câmara de Vila Nova de Cerveira informou hoje que irá investir, nos próximos dois anos, quatro milhões de euros na remodelação da rede de abastecimento de água e no alargamento do saneamento básico.

Em comunicado, o município explicou que o investimento, “de larga escala, em mais de 50 quilómetros de condutas, terá impacto positivo em quase toda a população do concelho”.

Ao todo são oito projetos, candidatados ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

“É um investimento estrutural, que dá pouco nas vistas, mas necessário para o concelho. Para continuar a garantir um abastecimento com a quantidade necessária e a qualidade de serviço com padrões elevados que os Cerveirenses necessitam e merecem, torna-se fundamental a concretização destes projetos. Teremos de fazer um esforço significativo para assegurar a contrapartida nacional do investimento”, afirmou o presidente da Câmara de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, citado na nota.

Segundo o município, “uma das intervenções com maior impacto prende-se com a remodelação da rede de abastecimento de água ao longo da Estrada Nacional (EN) 13, desde Vila Meã a Gondarém”, obra considerada “uma necessidade premente devido à elevada degradação da infraestrutura que culmina em constantes ruturas”.

O investimento agora anunciado inclui ainda “três projetos de execução de ligação alta/baixa a reservatórios, que garantem a total cobertura do concelho a médio/longo prazo, nomeadamente nas freguesias de Candemil, Cornes, Covas, Gondar, Mentrestido e Sapardos”, bem como, “o reforço de abastecimento de água e drenagem de águas residuais no polo II da Zona Industrial”.

Ao nível de saneamento básico, a autarquia explicou que a intervenção prevê a “implementação na freguesia de Sopo, a modernização de infraestruturas existentes e ampliação do serviço de saneamento de águas residuais a populações ainda não servidas pelo subsistema de Vila Nova de Cerveira, designadamente as freguesias de Vila Nova de Cerveira e Loivo”.

Populares