Centro Social Vale do Homem distinguido com prémio nacional

Prémio Maria José Nogueira Pinto
Foto: CSVH

O projeto TREVO, do Centro Social Vale do Homem (CSVH), foi distinguido com uma Menção Honrosa e Prémio no valor de 2.500 euros, na 12.ª edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto, iniciativa da MSD Portugal.

Esta iniciativa “distingue projetos sociais e inovadores que trabalham, de facto, a responsabilidade social”.

O projeto TREVO tem como principal foco “o apoio a idosos e pessoas socialmente vulneráveis (pessoas com deficiência e incapacidade, risco de pobreza e isolamento, exclusão social), tendo sido financiado pela ATAHCA – PDR2030 e premiado pelo BPI RURAL|Fundação La Caixa 2021”.

Foto: CSVH

Para Jorge Pereira, presidente do CSVH, “esta menção honrosa enche-nos de orgulho, bem como o prémio atribuído a este projeto que ajuda sempre no desenvolvimento do mesmo”.

“O projeto TREVO trata-se, efetivamente, de um projeto diferenciador na área da agropecuária, que alia a sustentabilidade ambiental à estimulação sensorial dos utentes do CSVH, e, que ainda verte a sua intervenção na integração socioprofissional de pessoas com deficiência. É um projeto que agrega em si os diferentes objetivos de desenvolvimento sustentável preconizados pela ONU”, disse.

Jorge Pereira reitera ainda que “o projeto gera impacto ao nível da sustentabilidade ambiental pelo facto de ser aplicado no modelo circular da agropecuária,que resulta do paradigma da sustentabilidade económica e ambiental”.

“Tem influência na economia do CSVH, porque permite a produção de bens alimentares que serão consumidos pela instituição e, consequente, redução na faturação de produtos hortícolas, promovendo uma alimentação saudável e biológica”, considerou.

O Centro Social Vale do Homem prevê “que este projeto tenha impacto a nível social proporcionando um envelhecimento positivo, bem como a capacitação e integração das pessoas de grupos vulneráveis da comunidade e a criação de um espaço agrícola que fomentará a produção alimentar reduzindo a escassez de bens essenciais para as famílias carenciadas”.page1image58592096 page1image58592304

A menção honrosa e prémio foram entregues pelo diretor-geral da MSD, Vítor Virgínia, numa cerimónia que ocorreu no dia 09 de julho, no Palácio Fronteira, Lisboa e o encerramento do evento contou com a presença da ministra da Saúde, Ana Paula Martins.

O júri deste prémios é presidido por Maria de Belém Roseira.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Tribunal de Amares libertou os dois suspeitos de furtar veículos a pedido

Próximo Artigo

Sede de clube de Barcelos assaltada no dia de aniversário

Artigos Relacionados
x