Seguir o O MINHO

Atletismo

Centro de Atletismo de Famalicão pronto em 2020

Pista tem oito corredores e alberga 750 espectadores

em

Fotos: DR

O primeiro contacto dos atletas famalicenses com o futuro Centro de Atletismo, que está a nascer em terrenos municipais no lugar do Talvai, zona norte da cidade marcou os últimos dias do ano.

Com um investimento municipal que deverá se aproximar dos 2 milhões de euros, a infraestrutura será construída em duas fases, sendo que a conclusão da obra está agora apontada para 2020.

As associações do concelho com a modalidade de atletismo e vários atletas acompanharam o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e o vereador do Desporto, Mário Passos, numa visita ao local, onde constataram a aproximação da conclusão da primeira fase das obras. Uma fase que acabou por tornar-se bastante mais demorada do que o previsto em virtude “da complexidade técnica para que as condições geológicas do terreno remeteram”, como explicou o vereador Mário Passos.

Neste momento, contudo, já é possível antever a forma e a localização precisa da pista de atletismo através dos muros de suporte construídos. O equipamento está a ser construída em estreita colaboração com as associações locais e com a Federação Nacional de Atletismo e, de acordo com os responsáveis, será “uma das melhores do país”.

Refira-se que a infraestrutura desportiva é composta por pista de atletismo e edifícios de apoio aos atletas e público, onde serão respeitadas as exigências técnicas do Instituto Nacional do Desporto, estando preparada para competições nacionais e internacionais, obedecendo aos requisitos de ordem técnica prevista no Regulamento da FIAA – Federação Internacional de Atletismo Amador.

A Pista de Atletismo é constituída por oito corredores em piso sintético, um campo interior em prado para a prática das diversas disciplinas do atletismo e uma área adjacente para lançamento de martelo, disco e pesos. Todas as modalidades poderão ser praticadas em horários noturnos pois existem 4 torres de iluminação. As bancadas foram redimensionadas para 750 e 350 espetadores, coberta e descoberta, respetivamente. O edifício de apoio à pista será constituído por dois pisos.

Do projeto global faz ainda parte a construção de um Centro de BTT, com um edifício de apoio de um piso e uma área de manutenção de bicicletas com equipamento adequado e localizado numa zona coberta. Na praceta que serve de receção ao centro de BTT está localizada uma pista de Pump Track que servirá de apoio à formação e iniciação do BTT bem como ao aperfeiçoamento da técnica.

Paulo Cunha realça mais uma vez a importância desta infraestrutura para a “democratização desportiva no concelho e para o fomento do desporto profissional em Famalicão, numa área onde já registamos grandes atletas”. Por outro lado, com esta obra “a Câmara consegue reabilitar uma zona até agora desocupada, que dará mais amplitude à cidade”.

Anúncio

Atletismo

São Silvestre de Braga nas ruas a 22 de dezembro

Pedro Paula é “cabeça de cartaz”

em

Foto: Divulgação

Em vésperas de quadra natalícia, a S. Silvestre de Braga vai para a estrada dia 22 de dezembro, anunciou a organização. A partida está marcada para as 19:00 na Praça da República.

A corrida será apresentada na próxima segunda-feira, pelas 15:00, no Salão Nobre da Câmara de Braga, com todos os detalhes para a edição deste ano.

Paulo Paula é cabeça de cartaz

Paulo Paula (Run Tejo) é um dos principais fundistas brasileiros, finalista nos Jogos Olímpicos de Londres (2012), atleta da lista Gold Label da IAAF, finalista mundial em Moscovo (2013), 15º classificado nos JO do Rio (2016) e 6º na Maratona de Fukuoka (2015), entre outros lugares de mérito.

O atleta brasileiro é a primeira confirmação para a corrida de 10 km e vai tentar alcançar o primeiro lugar do pódio. Rui Pedro Silva, Sporting CP, foi o grande vencedor da prova em 2018 e Emília Pisoeiro (Recreio Desportivo de Águeda) foi a atleta feminina mais rápida na distância de 10 km.

Inscrições abertas

As inscrições estão disponíveis até dia 17 de dezembro e podem ser realizadas através da Run Porto, nas Lojas Sport Zone (Porto e Braga), na Loja do Corredor (Rua Santa Luzia 808, 4250-415, Porto) e no Município de Braga.

Continuar a ler

Atletismo

Mariana Machado medalha de bronze nos Europeus de corta-mato

Em sub-20

em

Foto: FPA

Mariana Machado ganhou este domingo o bronze na corrida feminina de sub-20 dos campeonatos da Europa de corta-mato, no Parque da Bela Vista, em Lisboa.

A jovem de 19 anos, filha da fundista olímpica Albertina Machado, fez a prova em 14 minutos e dez segundos, atrás da italiana Nadia Battocleti (que revalidou o título) e da eslovena Klara Lukan.

A atleta bracarense chegou a liderar a corrida na última volta, gastou mais 12 segundos do que Battocletti.

Colectivamente, Portugal foi quinto, sendo o pódio composto por Itália, Grã-Bretanha e França.

Nos homens o melhor atleta português dos sub-20 foi Etson Barros, que concluiu no quarto lugar.

O norueguês Jakob Ingerbritsen confirmou o favoritismo, conseguindo o seu quarto título continental no escalão, um inédito “tetra”, numa corrida que fez isolado a partir do meio do percurso e ganhou em 18.20 minutos.

O pódio foi completado pelo turco Ayetullah Aslanhan (segundo, em 18.58 minutos) e o irlandês Efrem Gidey (terceiro, em 19.01).

Etson Barros chegou a 45 segundos, liderando uma equipa lusa que também finalizou em quarto colectivamente, com 39 pontos, os mesmos da Irlanda, terceira, e mais um do que a Noruega, segunda. A Grã-Bretanha triunfou, com 25.

Continuar a ler

Atletismo

Carlos Sá nomeado embaixador da marca que criou botas do primeiro astronauta na Lua

Saucony

em

Foto: DR

Carlos Sá, ultramaratonista de Barcelos, foi nomeado embaixador da americana Saucony, especialista em running, anunciou, esta quinta-feira, a marca através das redes sociais.

As origens da Saucony remontam a 1898 com quatro empreendedores nas margens do rio “Saucon”, em Kutztown, Pennsylvania.

Em 1910 A.R Hyde & Sons empreendem um negócio e fabricam calçado a partir de materiais reciclados, extremamente populares na época, pode ler-se no site oficial da marca.

Inicialmente, fabricavam também patins para gelo, sapatilhas de beisebol e bowling.

Em 1963 fabricam as botas utilizadas pelo primeiro astronauta americano a dar um passeio lunar.

Em 1980, criaram as primeiras sapatilhas com língua integrada, para correr.

Continuar a ler

Populares