Seguir o O MINHO

Braga

CDU vai fechar campanha eleitoral em Braga

Grande comício na sexta-feira, 04 de outubro

em

A campanha da Coligação Democrática Unitária (PCP/PEV) para as eleições legislativas vai ter moldes tradicionais, com várias ações de rua, refeições coletivas e comícios, com mais incursões ao centro e norte do país, nas próximas duas semanas, tendo Braga sido a cidade escolhida para o encerramento.

Em comparação com a última “volta a Portugal”, em maio para as eleições europeias, o líder comunista, Jerónimo de Sousa, os dirigentes de “Os Verdes” e cidadãos independentes vão protagonizar um périplo mais diversificado do que a habitual concentração na Grande Lisboa, península de Setúbal e Alentejo.

De fora do percurso da caravana e bandeiras da CDU vão ficar Trás-os-Montes, Beira Interior e Alto Alentejo, mas as palavras de ordem de comunistas e ecologistas serão audíveis por todo o litoral de Portugal: norte, centro e sul.

Ao contrário de há quatro meses, o último dia oficial de campanha, sexta-feira (04 de outubro), vai ser passado a norte, com um comício de encerramento agendado para a noite, em Braga, após várias ações, desde manhã, no distrito do Porto, incluindo a ‘arruada’ na movimentada e comercial rua de Santa Catarina, por exemplo.

Há perto de um mês, em entrevista à Lusa, Jerónimo de Sousa defendeu a manutenção de “uma campanha de massas, junto das pessoas, onde não se fique pelo ‘slogan’, pela proclamação”, prestes a lançar-se, pela quinta vez desde que é secretário-geral do PCP, numa disputa eleitoral legislativa em quase 15 anos de mandato.

“A política tem de ser direcionada para as pessoas. Tem de se chegar às pessoas. Não pela via do Facebook, embora também o Facebook tenha importância para nós. Mas é profundamente criador e de grande atualidade – não é arcaico – continuar a manter uma linha de contacto direto, esclarecimento, aprendizagem”, disse, preferindo o “contacto direto, ouvindo, aprendendo? transformando quem está a ouvir, de certa forma, num candidato, na defesa e alargamento da CDU”, ou seja e em resumo, uma “campanha ligada ao povo”.

No primeiro dia do período oficial de campanha, domingo (22 setembro), a comitiva vai estar pela Grande Lisboa, com passagens pelo Museu do Aljube, Oeiras e Loures, tal como no dia seguinte, durante a manhã, interrompendo-se o programa à tarde para a preparação do debate televisivo alargado aos diversos líderes políticos.

Terça e quarta-feira, o secretário-geral do PCP dedica-se aos distritos de Leiria, Santarém, Viana do Castelo, Braga e Porto, voltando para sul na quinta e sexta-feira: Setúbal, Beja e Algarve.

No fim de semana, a CDU vai percorrer novamente as estradas e ruas de Setúbal, Lisboa e Santarém, terminando a jornada de propaganda em Évora.

A segunda e derradeira semana de apelo ao voto começa com outra incursão ao centro-norte: Viseu, Aveiro e Coimbra, regressando a caravana a Lisboa e Setúbal na terça e quarta-feira.

Quinta-feira (03 de outubro), penúltimo dia de campanha, Jerónimo de Sousa e apaniguados iniciam os contactos com a população novamente na Grande Lisboa, incluindo a emblemática descida pedestre do turístico Chiado ao central Rossio, e terminam em Leiria, na Marinha Grande, antes de nova e derradeira romagem ao norte: distritos de Porto e Braga, na sexta-feira que antecede o dia de reflexão para a votação de domingo.

A nível nacional, há quatro anos, a CDU foi a quarta força política mais votada, com 8,3% (445.980 votos), sendo que PSD e CDS-PP também concorreram coligados, e alcançou 17 mandatos na Assembleia da República, imediatamente atrás do BE (10,2%).

Desde que Jerónimo de Sousa é o líder dos comunistas (novembro de 2004), a CDU conseguiu sempre ir aumentando o número de deputados no parlamento: 14 em 2005, 15 em 2009, 16 em 2011 e 17 em 2015.

Anúncio

Braga

Conan Osíris (e respetivo bailarino) atua em Braga no Natal

“Por vezes nem a morte quer saber”

em

Foto: Divulgação

Conan Osíris, o mentor da música vencedora da versão portuguesa do Festival da Canção, “Telemóveis”, está de regresso a Braga para atuar no Theatro Circo, mítica sala de espetáculos da cidade.

O concerto está inserido nas festividades de final do ano e decorre a 27 de dezembro, com os bilhetes já disponíveis para venda.

A chegada do mítico “rapaz do futuro”, que se faz acompanhar por um bailarino durante os concertos, ao Theatro Circo, “acontece após concertos em São Paulo, Berlim, Oslo, Paris e Barcelona, além dos maiores festivais e dos mais prestigiados palcos do nosso país”, anuncia a organização do evento.

“Telemóveis”, “Borrego”, “Amália” ou “Adoro Bolos” são alguns dos temas incontornáveis do cancioneiro de Conan Osiris, para ouvir e ver num espetáculo “que funde os limites da música e da dança numa performance única”.

“Conan apresenta a sua arte numa dualidade, como a própria vida, entre a simplicidade e a complexidade. É o rapaz do futuro que não esquece o passado e faz música normal, para viver e celebrar”, caracteriza a organização.

Terceira vez em Braga

Esta é já a terceira vez que o artista lisboeta se desloca a Braga para atuar. Em 2017, esteve no Theatro Circo, como convidado de um evento que reuniu vários talentos do país em termos de música mais experimental.

Já em 2018, e antes de vencer o concurso nacional da Eurovisão, Conan esteve em Braga, durante a Noite Branca, atraíndo centenas de curiosos e fãs que já conheciam a obra, amplamente divulgada pelas redes sociais.

Continuar a ler

Braga

Identificado pela GNR por furto no interior de residência em Amares

Terá furtado diversos objetos

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem, de 42 anos, foi identificado, na passada-quinta-feira, em Amares, por suspeitas de furto no interior de residência, divulgou hoje o comando territorial de Braga da Guarda Nacional Republicana (GNR).

De acordo com aquele órgão de polícia criminal, a identificação deu-se na sequência de uma denúncia seguida de busca domiciliária que resultou na apreensão de diversos objetos alegadamente furtados da dita residência.

Os militares começaram por investigar a cena do crime, apurando de seguida a identidade do presumível autor do furto, na sequência de várias diligências.

A operação desencadeou-se com um mandato de busca domiciliária, emitido por entidades judiciais, que culminou com a identificação do suspeito, fora de flagrante delito, e na apreensão de um televisor LCD e respetivo comando, uma antena portátil e diversos produtos de usos doméstico.

Os artigos apreendidos foram restituídos ao seu proprietário e o suspeito foi constituído arguido, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Amares.

Continuar a ler

Braga

Motociclista acidentado no Gerês morreu no hospital

Óbito

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

António Pires, de 38 anos, não resistiu aos ferimentos sofridos na sequência de uma colisão entre a moto que conduzia e uma viatura, na Estrada Nacional 304, em Ventosa, concelho de Vieira do Minho, nas entradas do Parque Nacional Peneda-Gerês.

“Tone Panadas”, natural de Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro, acabou por morrer no Hospital de Braga, confirmou O MINHO junto de fonte hospitalar.

A vítima já estaria em situação de paragem cardiorrespiratória, na sequência do acidente, à chegada da equipa médica da VMER de Braga. Em conjunto com operacionais da delegação de Rio Caldo da Cruz Vermelha Portuguesa, conseguiram reverter a situação de António, ainda que por apenas algumas horas.

De forma a apressar a evacuação entre aquela zona montanhosa e o hospital central do distrito, militares da GNR acompanharam a ambulância que transportava a vítima.

Apesar de todos os esforços, tanto de equipas de emergência, como de autoridades e dos profissionais de saúde, António Pires acabou por sucumbir na unidade de cuidados intensivos daquele hospital.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares