Seguir o O MINHO

País

CDS faz convenção no domingo com linhas programáticas na agenda

Dimensão social da Europa, a agricultura, a política externa e o mar são temas a ser discutidos

em

Foto: DR

O CDS-PP faz, no domingo, em Lisboa, uma convenção europeia para preparar as eleições de maio e lançar as linhas programáticas da candidatura, que será encerrada pela líder do partido, Assunção Cristas.

Nuno Melo, que volta a ser cabeça de lista dos centristas pelo CDS, fará, no Centro Cultural de Belém, na capital, a apresentação das linhas programáticas do partido, após uma tarde em que haverá intervenções dos outros candidatos europeus e independentes.

Em declarações à Lusa, Nuno Melo afirmou que, desde o último congresso, em 2018, em que foram anunciados os primeiros candidatos europeus, o próprio Melo, Mota Soares, Raquel Vaz Pinto e Vasco Weinberg, o partido tem vindo a tratar “os grandes temas europeus, como os grandes temas nacionais que tem uma conexão com a realidade europeia”.

“Daí até o ‘slogan’ do nosso cartaz de campanha, ‘Portugal, a Europa é aqui”, acrescentou, afirmando que muito do que afeta os portugueses “são questões europeias”, ainda que, por vezes, pareçam tratar de “aspetos nacionais”.

A dimensão social da Europa, a agricultura, a política externa e o mar são temas a ser discutidos durante a convenção europeia que terá como oradores Pedro Mota Soares, outro candidato, Isabel Jonet, do banco alimentar contra a fome, Manuel Grave e Francisco Laplaine Guimarães, João Taborda da Gama, Raquel Vaz Pinto, outra das candidatas na lista do CDS.

O mar é outro dos temas a abordar, com intervenções de Manuel Tarré e Vasco Beckert-Weinberg, e que Nuno Melo define como “estratégico para Portugal”.

“O mar tem uma importância estratégica fundamental, é um ativo disponível para ser explorado” em diferentes áreas, justificou.

As questões políticas nacionais também não serão esquecidas, admitindo o eurodeputado que se discutam quais as políticas que seriam seguidas se o CDS estivesse no poder e “avaliar aquilo que o governo está a fazer, de pior e de melhor”.

As eleições europeias realizam-se, em Portugal, em 26 de maio.

Em 2009, era Nuno Melo cabeça de lista, o CDS elegeu dois eurodeputados, com 8,37% dos votos.

Cinco anos depois, em 2014, o CDS concorreu em coligação com o PSD, que obteve 27,71% dos votos, sete deputados e apenas um dos centristas, Nuno Melo.

Anúncio

País

Os números do Euromilhões

Sorte

em

Foto: O MINHO

É esta a chave do sorteio do Euromilhões desta terça-feira, 22 de outubro: 2, 5, 32, 33 e 47(números) e 7 e 8 (estrelas).

Em jogo para o primeiro prémio está um valor de 47 milhões de euros.

Continuar a ler

País

Espeleólogos portugueses resgatados “sãos e salvos” em Espanha

Resgate

em

Foto: Telemadrid

Os quatro espeleólogos portugueses já foram resgatadas da gruta de Cueto-Conventosa, na Cantábria, Espanha, anunciou o Município de Cantábria. Dois dos “aventureiros” são da região do Minho, um de Esposende e outro de Guimarães.

Ficaram retidos dentro da gruta no sábado e só ao final desta segunda-feira conseguiram ser resgatados. A subida da água por causa da chuva bloqueou-lhes a saída.

A gruta de Cueto-Coventosa situa-se na região autónoma da Cantábria, na costa norte de Espanha, e é um desafio para todos os espeleólogos.

Os quatro portugueses entraram pelo Cueto, e cerca de 30 horas depois deveriam ter saído por Covendosa.

São 695 metros de desnível com um intrincado sistema de poços e túneis.

Os espeleólogos portugueses ainda conseguiram avançar 50 metros de profundidade durante hora e meia, mas a subida das águas impediu o resto do percurso.

O resgate foi feito pelas autoridades espanholas e concluído com sucesso ao final da tarde desta segunda-feira.

Continuar a ler

País

Quase 50 empresas vão promover frutas e legumes portugueses em Madrid

Fruit Attraction

em

Foto: DR / Arquivo

Quase 50 empresas e organizações de produtores vão estar, através da associação Portugal Fresh, entre terça e quinta-feira, em Madrid, a promover legumes e frutas portuguesas, na Fruit Attraction, uma das maiores feiras do setor da Europa.

A comitiva portuguesa tem vindo a crescer, passando de 20 empresas e organizações em 2011, ano em que a associação se estreou no certame, para 46, conforme, avançou, em comunicado, a Portugal Fresh.

A área ocupada também será a maior de sempre, com o stand português a alcançar os 600 metros quadrados (m2), mais do dobro do que tinha em 2011 (275 m2).

“A diversidade da oferta portuguesa aumentou consideravelmente e os pioneiros da promoção internacional – empresas do setor das peras e maçãs – estão hoje muito bem acompanhados por pequenos frutos, laranjas, tomates, kiwis, uvas, abóboras, couve portuguesa, cenouras, batatas e tantos outras que garantem uma mistura de aromas, sabores e cores únicas”, destacou, citado no mesmo documento, o presidente executivo da Portugal Fresh, Gonçalo Santos Andrade.

A participação portuguesa nesta feira insere-se na estratégia de promoção externa da associação, que tem como objetivo alcançar 2.000 milhões de euros de exportações do setor em 2020.

Em 2018, as vendas para os mercados externos representaram 1.500 milhões de euros.

Entre as 46 entidades portuguesas que vão estar presentes na Fruit Attraction, encontram-se 29 empresas como a Lusomorango, a Beirabaga, a Quinta do Pizão e a Central Fruitas do Painho.

Por outro lado, vão também marcar presença nove associações, onde se encontram, a Associação Nacional de Kiwicultores (APK) e a Associação Portuguesa da Castanha (Refcast).

No stand português vão ainda estar oito parceiros como a Hubel, a Magos e a Caixa Agrícola.

Criada em, 2010, a Portugal Fresh conta, atualmente, com 87 sócios, que representam mais de 4.500 produtores portugueses.

Entre os objetivos desta associação encontram-se a valorização da origem Portugal e o incentivo ao consumo de frutas e legumes.

No total, a Fruit Attraction vai receber 1.800 empresas de 130 países e são esperados 90 mil visitantes.

Continuar a ler

Populares