Redes Sociais

Aqui Perto

Catedral de Santiago de Compostela limpa pintura de estátua vandalizada

 a

Foto: DR

A fundação Catedral de Santiago disse hoje ter sido removida a pintura feita numa estátua do século XII, situada na porta principal do templo, ato de vandalismo classificado como “falta de civismo e respeito” pelas autoridades da Galiza.

Contactada pela agência Lusa, fonte da fundação que gere o templo situado na capital da Galiza adiantou que “os trabalhos de limpeza da estátua começaram, na segunda-feira e foram hoje dados por concluídos”.

Em causa está uma pintura em ‘graffiti’, de cor azul, que retrata a maquilhagem do grupo norte-americano Kiss, que terá sido realizada na noite de domingo para segunda-feira. O nome da banda foi também inscrito na estátua.

As autoridades policiais da Galiza estão à procura dos autores, tendo até lançado um apelo através das redes sociais com vista à identificação dos responsáveis.

O presidente da Câmara de Santiago de Compostela e o responsável pela área da Cultura da Junta da Galiza, entre outras entidades, já vieram a público condenar o que classificaram de “ato de vandalismo, falta de civismo e de respeito”.

As autoridades sublinham que “aos autores daquele ato de vandalismo será aplicada a Lei de Patrimônio, que prevê sanções que podem variar entre 6.000 e 150.000 euros”.

A fonte da fundação da Catedral de Santiago referiu ainda que a “remoção da pintura foi feita com recurso a laser e outras técnicas de restauro para não danificar a estátua de mármore”.

“Foi colocada uma proteção para impedir que as pessoas toquem na estátua que fica situada na porta principal da catedral. Nesta altura temos muitos visitantes e esta é uma forma de preservar a peça. A proteção será retirada nos próximos dias”, explicou a fonte.

A mesma fonte explicou que “a catedral está a ser alvo de obras de restauro desde 2013 e até finais de 2020, num investimento de 18 milhões de euros, financiado pela fundação e pelo governo espanhol”.

“A partir de outubro/novembro será intervencionado o interior da catedral. As obras estarão concluídas no final 2020, a tempo do Ano Jacobeu, se celebra em 2021”, especificou.

O ano Jacobeu é definido pela circunstância do dia de S. Tiago (Santiago) ser a um domingo. O próximo acontecerá a 25 de julho de 2021.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Aqui Perto

Trás-os-Montes: Túnel do Marão condicionado nas noites da próxima semana para manutenção

Publicado

 a

Foto: Wikipedia

Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou hoje a realização, na próxima semana, de trabalhos de manutenção dos equipamentos de segurança ativa instalados no Túnel do Marão, que vão provocar condicionamentos no trânsito durante a noite.

Segundo a IP, os trabalhos no túnel rodoviário, inserido na Autoestrada 4 (A4), entre Amarante e Vila Real, vão decorrer a partir de segunda-feira e até ao dia 26, de forma faseada e em período noturno.

De acordo com a concessionária da infraestrutura, os constrangimentos no sentido Amarante – Vila Real sentir-se-ão entre as 21:00 de segunda-feira e as 06:00 de terça-feira, com a supressão da via direita na galeria sul do Túnel do Marão.

Entre as 21:00 de terça-feira e as 06:00 de quarta-feira, verificar-se-á a supressão da totalidade da faixa de rodagem da A4, entre o nó de Padornelo e o nó da Campeã.

A circulação será garantida através do Itinerário Principal 4 (IP4), entre o nó de Padornelo e o nó da Campeã.

Neste período, no sentido inverso, Vila Real – Porto, a circulação far-se-á através do túnel sem qualquer condicionamento.

Depois, no sentido Vila Real – Amarante, será suprimida a via direita na galeria norte do Túnel do Marão entre as 21:00 de quarta-feira e 06:00 de quinta-feira.

Entre as 21:00 de quinta-feira e as 06:00 de sexta-feira, dia 26 de outubro, verificar-se-á uma supressão da totalidade da faixa de rodagem da A4, entre os nós da Campeã e de Padornelo.

A circulação no sentido Vila Real – Amarante será garantida através do IP4, entre o nó da Campeã e o nó de Padornelo e, no sentido inverso, Porto – Vila Real, a circulação far-se-á através do túnel sem condicionamentos.

A IP referiu que os “trabalhos e respetivos condicionamentos de trânsito estarão devidamente sinalizados no local” e agradeceu a “compreensão dos automobilistas” para os eventuais transtornos que este condicionamento possa provocar.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Aqui Perto

Buscas por pescadores de embarcação da Póvoa de Varzim continuam pelo terceiro dia

“Mestre Silva” naufragou na segunda-feira por volta das 07:00 da manhã

Publicado

 a

s buscas para encontrar os três pescadores desaparecidos ao largo de Esmoriz, no distrito de Aveiro, durante a noite ocorreram sem sucesso, tendo sido reforçadas hoje de manhã, disse à Lusa o comandante Fernando Pereira da Fonseca.

Póvoa de Varzim: Conhecida identidade de pescador que morreu e tripulantes desaparecidos em naufrágio

Em declarações à Lusa, o porta-voz da Autoridade Marítima Nacional (AMN) disse que as buscas efetuadas durante a noite pela corveta “Jacinto Cândido” foram infrutíferas.

“Hoje de manhã juntam-se à corveta ‘Jacinto Cândido’ meios aéreos da Força Aérea, uma embarcação da Polícia Marítima de Leixões, uma embarcação da Capitania de Aveiro, uma embarcação da Estação Salva-Vidas do Douro e às 15:00 junta-se-lhes um navio hidroceanográfico”, disse.

Na terça-feira, a maior parte dos meios suspendeu as suas operações ao pôr-do-sol, devido à diminuição da visibilidade, mas durante a noite as buscas continuaram com a corveta “Jacinto Cândido”.

Vítima de naufrágio. Foto: DR

Na terça-feira a Marinha Portuguesa anunciou ter recolhido a boia transmissora do sinal de emergência da embarcação “Mestre Silva”, que naufragou na segunda-feira ao largo de Esmoriz, no concelho de Espinho.

Num ponto de situação sobre as operações de busca pelos três pescadores desaparecidos, a autoridade marítima divulgou que a boia transmissora do sinal de emergência “foi detetada pela aeronave P-3C Orion da Força Aérea Portuguesa e recolhida pela corveta da Marinha ‘Jacinto Cândido’”.

A embarcação “Mestre Silva”, com cerca de 12 metros, registada na Póvoa de Varzim, mas que operava normalmente a partir do porto de Matosinhos, naufragou na manhã de segunda-feira a cerca de dez milhas (19 quilómetros) ao largo de Esmoriz, em Espinho, distrito de Aveiro, com cinco tripulantes a bordo.

Apenas um pescador foi resgatado com vida, o mestre da embarcação, Rafael Silva, de 54 anos, natural de Vila do Conde, que teve de receber assistência no hospital de Santa Maria da Feira.

Há uma vítima mortal confirmada, um pescador da Póvoa de Varzim, de 54 anos, enquanto três elementos estão dados como desaparecidos: um pescador de Vila do Conde, de 64 anos, e dois indonésios, de 26 e 33 anos.

José Festas, presidente da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar, revelou, depois de conversar com o único sobrevivente, que o acidente aconteceu após uma onda atingir a embarcação.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Aqui Perto

Póvoa de Varzim: Conhecida identidade de pescador que morreu e tripulantes desaparecidos em naufrágio

“A esperança é que [os desaparecidos] estejam numa balsa salva-vidas”.

Publicado

 a

Foto: DR

Os tripulantes que esta segunda-feira de manhã naufragaram ao largo da costa de Espinho, numa embarcação de pesca registada na Póvoa de Varzim, são cinco pescadores, três de nacionalidade portuguesa e dois de nacionalidade indonésia.

António Cristelo de Sousa, de 52 anos, natural da Póvoa de Varzim e residente em Aver-o-Mar, é a vítima mortal do trágico acidente. António Fangueiro, de 64 anos, das Caxinas, Vila do Conde, e os indonésios Mohammad Joni, de 33 anos, e Ardiansyah Nasutian, de 36 anos, são os tripulantes que se encontram desaparecidos.

Esta informação foi avançada pela rádio “Onda Viva”, da Póvoa de Varzim, que tem acompanhado em permanência a trágica situação, e que, no seu site, escreve que, após as buscas terem resultado infrutíferas, “a esperança é que [os desaparecidos] estejam numa balsa salva-vidas”.

Imagens: “Esquadra 751″/ Força Aérea

O quinto tripulante da embarcação “Mestre Silva” foi resgatado “com vida” pelos tripulantes, tendo, mais tarde, as imagens da operação sido divulgadas pela Força Aérea.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, expressou já a sua “preocupação” pelos três pescadores, ainda dados como desaparecidos, após o naufrágio.

Numa nota publicada pelo site da presidência de República, Marcelo Rebelo de Sousa manifestou, também, “as mais sentidas condolências aos familiares e amigos” da vítima mortal do acidente e “o desejo de rápidas melhoras ao sobrevivente hospitalizado”.

O Presidente da República contactou José Festas, presidente da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar, para se inteirar da situação e partilhar sua preocupação e dor pelo sucedido.

“Lamentavelmente, a dureza das condições meteorológicas sentidas nos últimos dias, que afetaram tantos Portugueses sobretudo na zona centro do país e, em particular hoje, a dureza da força do mar acabou por ceifar, precocemente, a vida de um dos elementos da ‘Mestre Silva’, expressando o Presidente da República as mais sentidas condolências aos seus familiares e amigos”, pode ler-se na nota.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Populares