Seguir o O MINHO

Braga

Caso positivo na comunidade indiana causou alarme em Amares

Covid-19

em

Foto: Ilustrativa

O caso de um trabalhador indiano que acusou positivo à covid-19 causou alarme em Amares, onde reside, mas o operário da construção, a trabalhar em Lisboa, não terá tido contacto com a restante comunidade, adiantou esta terça-feira a O MINHO o presidente da Câmara.

Manuel Moreira esclarece que a pessoa em questão é funcionário de uma empresa de Amares, mas trabalha em Lisboa, vindo só ao fim de semana, e não terá tido contacto com a restante comunidade indiana local.

Amares tem cerca de 20 indianos a trabalhar em empresas agrícolas, na apanha do mirtilo e framboesas, e a preocupação da Câmara era que tivesse havido contacto que potenciasse o aparecimento de um surto na localidade.

Porém, o presidente do município considera, após averiguações, que não há causa para alarme, uma vez que não terá havido esse contacto. O trabalhador em questão está isolado, em Lisboa, bem como os dois colegas com que vive e que deverão ser testados amanhã.

Segundo o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde, Amares tem 81 casos positivos de covid-19.

Portugal regista hoje mais seis mortos relacionados com a covid-19 do que na segunda-feira e mais 345 infetados, a maioria na Região de Lisboa e Vale do Tejo.

Os dados da DGS indicam 1.540 mortes relacionadas com a covid-19 e 39.737 casos confirmados desde o início da pandemia.

Populares