Seguir o O MINHO

País

Carros novos passam a ser vendidos com sistema que pode acabar as multas por excesso de velocidade

Trânsito

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO / Arquivo

Todos os veículos novos vendidos na União Europeia a partir desta quarta-feira, 06 de julho, estão obrigados a contar com um equipamento chamado Intelligent Speed Assistance (ISA), um assistente de velocidade inteligente. A medida destina-se a evitar que os condutores excedam os limites de velocidade e, consequentemente, se exponham a multas.

Já existem veículos equipados com o sistema no mercado, no entanto, a legislação em vigor permite que esteja desligado, e que o condutor ligue. Segundo a nova lei, o ISA será ativado no momento em que o carro for ligado, podendo ser desligado pelo condutor.

A União Europeia pretende tornar o sistema obrigatório no futuro e, assim, reduzir as colisões em cerca de 30% e as mortes por acidentes rodoviários em 20%.

O ISA consegue identificar a velocidade máxima permitida em cada local, ao mesmo tempo que calcula a velocidade exata a que o veículo se desloca. Se o limite for superado, a tecnologia restringe o rendimento do motor. Em caso de necessidade, para realizar uma manobra ou completar uma ultrapassagem, por exemplo, o sistema permite que a velocidade seja, momentaneamente, ultrapassada.

Para já, o ISA conta com resistência das construtoras, que temem que os veículos com mais potência sejam menos atrativos com esta medida.

Populares