Caritas de Braga recolhe bens essenciais para a Ucrânia

Campanha decorre até 30 de abril

A Caritas Arquidiocesana de Braga, em parceria com o Centro Luso-Ucraniano, lançou uma campanha de recolha de alimentos não perecíveis e de medicamentos para ser enviada para a Ucrânia em maio.

O presidente do Centro Abrão Veloso disse a O MINHO que o objetivo da campanha humanitária, intitulada ‘Somos Ucrânia’ que decorre até 30 de abril, é o de recolher alimentos não perecíveis, bens de higiene, saúde e medicamentos que serão entregues aos ucranianos das zonas mais afetadas pela guerra.

O presidente do Centro Luso-Ucraniano salientou que a Caritas procede à recolha quer nas suas instalações quer nas paróquias da Igreja Católica, cabendo ao Centro o seu envio para a Ucrânia o que é feito com apoio de uma empresa de transportes de Ovar.

Ambas as instituições têm vindo a captar bens e fundos para a Ucrânia, tendo, por exemplo, a Caritas já angariado 600 mil euros, 400 mil dos quais já estão a ser aplicados no terreno”.

Alimentos e materiais de limpeza e higiene

A recolha agora lançada incide sobre os seguintes produtos: alimentos não perecíveis: enlatados (salsichas, sardinhas, atum, feijão, grão, polpa tomate, polvo, etc…); leite uht; massas; arroz; bolachas; batatas; batatas fritas; farinha; sal; café, cevada e mistura solúvel; cereais; chás diversos; sumos; leite em pó e outros alimentos para bebés.

Abrange, ainda, materiais de limpeza: sabão em barra, detergentes, desinfetantes, esponjas de aço, rodos, escovas, vassouras, panos de pó, sabão em pó, e, também medicamentos e materiais de higiene pessoal: pasta dentífricas, escova de dentes, sabonetes, champôs, condicionador de cabelo, aparelho de barbear descartável, papel higiênico, fraldas para bebés, desinfetantes, fraldas para idosos, gel de banho e outros artigos de higiene pessoal.

Envolve, também, artigos de higiene íntima de mulheres (pensos higiénicos, tampões ou toalhitas) e Medicamentos sem contraindicação: analgésicos, antipiréticos, anti-inflamatórios, soros para hidratação, xarope para tosse, pomada para as assaduras, kits de primeiros socorros, álcool, gase, ligaduras, pensos, betadine, soro fisiológico, seringas, e luvas. Os cidadãos da Arquidiocese podem ainda doar Acessórios muito importantes em tempo de guerra, caso de Lanternas, powerbanks, e pilhas.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

PCP insiste na ligação ferroviária entre Braga a Guimarães com extensão a Barcelos

Próximo Artigo

Bombeiros de Terras de Bouro têm duas novas viaturas

Artigos Relacionados
x