Seguir o O MINHO

Alto Minho

Capitão do Porto de Caminha alerta para agravamento da agitação marítima

Mau tempo

em

Foto: Arquivo

O Capitão do Porto de Caminha, representante local da Autoridade Marítima Nacional, alertou hoje para o agravamento das condições meteorológicas no mar, especialmente à comunidade piscatória, apontando as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) que apontam ondas até cinco metros.

Pedro Santos Jorge recorda o aviso amarelo emitido pelo IPMA que entra em vigor a partir das 06:00 horas desta sexta-feira e se estende até às 18:00 horas de domingo, onde são previstas ondas de noroeste com 4 a 5 metros.

Em comunicado, o também comandante da Polícia Marítima recomenda à comunidade piscatória e da náutica de recreio, “a adoção de medidas de segurança e de precaução suplementares, até que as condições de mar sejam mais favoráveis”.

“À população em geral, que habitualmente frequenta as zonas costeiras, aconselha-se que seja assumida uma postura preventiva não se expondo desnecessariamente ao risco”, prossegue Pedro Santos Jorge.

O capitão-de-fragata aconselha “particularmente aos pescadores lúdicos de pesca à cana, que assumam maior cautela, evitando pescar junto a falésias, arribas e zonas rochosas nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, tendo sempre presente que em condições extremas o mar poderá alcançar zonas aparentemente seguras”.

“Recomenda-se ainda a toda a comunidade, evitar praticar atividades relacionadas ou próximas do mar, nomeadamente desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitar o estacionamento de veículos próximo da orla marítima, assim como, manter uma especial atenção às informações da meteorologia e às indicações das autoridades de segurança”, advertiu.

De acordo com a mesma fonte, as barras do Porto de Caminha e de Vila Praia de Âncora, de momento, estão abertas a toda a navegação, mantendo-se a situação em acompanhamento contínuo, bem como em toda a extensão do Troço Internacional do rio Minho.

Contudo, e mantendo a monitorização continua e atenta da situação, depende das condições de agitação marítima, fechar as barras do Porto de Caminha e de Vila Praia de Âncora a partir do final do dia de hoje, mantendo-se a situação em acompanhamento contínuo. Será ainda interdito o acesso pedonal aos molhes do portinho de Vila Praia de Âncora.

A capitania recomenda “redobrar a atenção junto à orla costeira e zonas ribeirinhas”, “reforçar a vigilância das amarrações das embarcações”, “garantir a adequada fixação de estruturas ou equipamentos”, “acautelar a remoção, para locais seguros, de embarcações varadas”, “primar por uma postura de segurança e de precaução ativa” e “acompanhar o evoluir da situação meteorológica”.

Populares