Seguir o O MINHO

País

Candidaturas ao Prémio Maria José Nogueira Pinto já arrancaram

Primeiro prémio são 10 mil euros

em

Foto: Divulgação

O processo de candidaturas à sétima edição do prémio Maria José Nogueira Pinto, que visa reconhecer o trabalho desenvolvido na área de responsabilidade social, decorre até ao dia 10 de maio.

Todas as entidades que integram a economia social que se tenham destacado na área da responsabilidade social, poderão submeter os seus projetos através da ficha de candidatura digital que se encontra disponível no website oficial do prémio.

O Prémio Maria José Nogueira Pinto confere, anualmente, um valor pecuniário de 10 mil euros ao Grande Vencedor e a cada uma das Menções Honrosas é atribuído o valor de mil euros.

Esta é uma iniciativa de Responsabilidade Social Corporativa da MSD Portugal com o propósito de apoiar e incentivar as instituições a continuar o seu trabalho, reconhecendo o seu impacto na comunidade e a sua natureza inovadora.

Em 2018, o Prémio Maria José Nogueira Pinto alcançou novamente um número recorde de candidaturas, registando um total de 125 projetos inovadores, provenientes de instituições de vários pontos do país.

“EKUIzar para mudar o Mundo!”, da Associação Leque, foi o grande vencedor da 6ª Edição. Um projeto que pretende levar mais longe uma metodologia de alfabetização inclusiva única: tendo por base um baralho composto por 26 cartas, pretende ajudar as crianças a ler e a escrever, ensinando, simultaneamente, a fonética, braille, língua gestual e o alfabeto.

O Júri é presidido por Maria de Belém Roseira e constituído por mais seis elementos de reconhecido mérito, idoneidade e reputação: Anacoreta Correia, Clara Carneiro, Isabel Saraiva, Monsenhor Vítor Feytor Pinto, Jaime Nogueira Pinto e Pedro Marques, em representação da MSD.

O Prémio será atribuído no início de julho de 2019, numa cerimónia pública, em local e hora a definir.

Populares