Seguir o O MINHO

Braga

Candidato do PS exige “explicação urgente” à Câmara de Braga por descarga no rio Este

Morreram centenas de peixes

em

Foto: Divulgação / PS

A candidatura do PS à Câmara de Braga, manifestou “o seu profundo lamento pelo estado em que se encontra, hoje, o rio Este, curso de água que atravessa a cidade”.

“Conforme pode ser comprovado ao longo do seu percurso urbano, a água do rio Este corre hoje com cor negra e toda fauna mais sensível, designadamente os peixes que o povoavam, jazem mortos”, acrescenta a candidatura liderada por Hugo Pires, em comunicado, considerando que “as sucessivas descargas poluentes têm sido habituais, mormente nos últimos anos, o que prova que este curso de água foi incompreensivelmente abandonado pelos poderes públicos competentes, facto com o qual nunca o PS/Braga e os seus lídimos representantes autárquicos poderão pactuar”.

Hugo Pires – que percorreu durante a manhã o troço compreendido entre o INL e a Avenida 31 de Janeiro – considera que a presidência da Câmara de Braga deve “uma explicação urgente aos bracarenses, tendo em conta que é a primeira entidade responsável pela gestão do território, mormente deste curso de água”.

“Além das tristes, lamentáveis e intoleráveis consequências ambientais que tais descargas – como a de hoje – acarretam, o candidato socialista lamenta que tais crimes ambientais pervertam os significativos investimentos públicos feitos na renaturalização do rio e deitem por terra o orgulho da cidade na recuperação deste curso de água”, referem os socialista.

“Desconfiando do silêncio que a presidência da Câmara de Braga mantém sobre esta e outras descargas profundamente poluentes, Hugo Pires exige que a entidade municipal desenvolva todos os esforços para identificação dos seus autores e desses resultados dê conhecimento às entidades competentes, assim desfazendo também eventuais equívocos que a vox populi alimenta quanto às suas origens”, conclui o comunicado.

Como O MINHO noticiou, uma descarga poluente detetada na quarta-feira à noite matou centenas de peixes no rio Este, em Braga.

A descarga foi provocada pela obstrução de um coletor da AGERE. A empresa municipal fala num “ato criminoso” e adianta que vai apresentar queixa contra terceiros. E “não deixa de estranhar que a mesma situação já foi verificada há 4 anos em igual período pré-eleitoral e nesta mesma zona”.

Esta manhã, a GNR, através do SEPNA, descobriu a origem da descarga e comunicou os factos ao Ministério Público.

Em declarações a O MINHO, o vereador do Ambiente, Altino Bessa, considera que esta foi “a descarga mais nociva nos últimos quatro anos”, recordando – tal como a AGERE – a mesma situação ocorrida pouca antes das últimas autárquicas em 2017.

Populares