Seguir o O MINHO

Braga

Candidata do PSD a Vila Verde quer criar gabinete “para a infância e família” e “brinde-bebé”

Eleições autárquicas 2021

em

Foto: Divulgação

A candidata do PSD à Câmara de Vila Verde, Júlia Fernandes, quer criar um gabinete de apoio às crianças e jovens, assim como às famílias, anunciou a própria durante a apresentação do programa eleitoral, realizada esta sexta-feira.

A atual vereadora do executivo liderado por António Vilela – que não se pode recandidatar face à limitação de mandatos – classifica o programa eleitoral como “ambicioso e, sobretudo, para cumprir”, dando destaque a estas duas novas medidas que classificou como “inovadoras”.

Júlia Fernandes realça que o gabinete para a infância e família servirá para acompanhamento e apoio crianças e jovens, a par das famílias. Já o “Brinde Bebé” será “um contributo simbólico para promover a natalidade, com apoio aos recém-nascidos e oferta de produtos desde vacinas, medicamentos e produtos que precisem nos primeiros meses de vida”.

“No plano de desenvolvimento do concelho, colocamos sempre a tónica nas pessoas. São elas o centro da nossa ação”, disse a vereadora e candidata, ao lado do mandatário Manuel Lopes e do coordenador do programa, Mota Alves, presidente da ATAHCA.

A candidata considera essencial este tipo de estímulo para que as pessoas “vivam nas suas terras de origem, junto das suas famílias e das suas comunidades”, não deixando de lado a necessidade de “emprego e condições para que ali vivam com qualidade”.

Júlia Fernandes prometeu ainda um “investimento forte” no aumento da rede de saneamento no concelho, assim como assegurar “a melhoria e modernidade da rede pública de abastecimento de água”.

Cativar novos investidores e residentes

De acordo com o presidente da ATAHCA, Mota Alves, que já foi vereador eleito pelo CDS naquela autarquia, o programa eleitoral apresentado pelo PSD tem “um peso notável” em relação ao desenvolvimento local e rural, considerando ser necessário “cativar novos investidores para a agricultura e área florestal” e “travar a sangria de jovens para outras zonas do país”.

O ex-vereador centrista elogiou ainda a proposta para “a criação de um plano diretor municipal agrícola e florestal, que Júlia Fernandes fez questão de integrar no programa”.

“Será uma grande bandeira nacional, tendo em vista o objetivo de fixar jovens nos territórios do interior”, apontou.

Investir nas acessibilidades

Júlia Fernandes comprometeu-se ainda com a construção da variante de acesso ao Parque Industrial de Oleiros, “a concretizar de imediato”, e prometeu pressionar o Governo para a construção da variante à EN 101 e Vila Verde.

Assume ainda o avanço do Eixo Periférico Norte-Sul, com ligação entre o Parque Industrial de Gême e Soutelo e revelou ainda o “objetivo de trabalhar para resolver o problema de congestionamento no final da variante do Cávado em Prado”.

Populares