Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Candidata da CDU destaca resultados “favoráveis” em Viana do Castelo

Eleições autárquicas

em

Foto: Tomás Guerreiro / O MINHO

A candidata da CDU à presidência da Câmara de Viana do Castelo disse hoje que os resultados alcançados pelo partido nas eleições autárquicas de domingo “são favoráveis” e manifestou “descontentamento” pela renovação da maioria socialista.

“Para a CDU os resultados foram favoráveis. O nosso objetivo era ganhar a Câmara, não foi conseguido. Conseguimos manter a vereação [um mandato], o que é ótimo. Conseguimos aumentar o número de votantes, que também é bastante importante. Mantivemos os deputados municipais na Assembleia Municipal, o que também é um bom resultado”, afirmou hoje à agência Lusa, Cláudia Marinho, da coligação PCP/PEV.

Segundo os resultados oficiais divulgados hoje pelo Ministério da Administração Interna, depois de apurados os resultados das 27 freguesias do concelho de Viana do Castelo, o PS foi o vencedor com 45,05% dos votos (cinco mandatos), seguido do PSD/CDS-PP (três mandatos), com 24,59%, e da CDU (PCP-PEV), com 10,04% (um mandato).

O BE obteve 4,54% dos votos, o Aliança 3,84%, o Chega 3,45%, a Iniciativa Liberal 1,80% e Nós, Cidadãos! 1,01%.

A candidata da CDU à liderança da Câmara de Viana do Castelo destacou ainda as vitórias do partido na Junta de Freguesia de Darque, na margem esquerda do rio Lima e na União de Freguesias de Santa Maria Maior, Monserrate e Meadela, as mais populosas do concelho.

“Estes resultados também foram do nosso agrado”, observou.

Sobre a vitória do PS, Cláudia Marinho referiu que o partido “não ficou satisfeito” com esse resultado.

“Não poderia deixar de mostrar esse nosso descontentamento, mas já estávamos um pouco à espera desta situação. Achámos, por várias questões, que a maioria nunca deveria ter sido alcançada, mas os vianenses assim quiseram e temos de respeitar e continuar a trabalhar em prol do bem-estar da nossa população. Acreditamos que também é esse o objetivo da maioria PS”, sublinhou.

Cláudia Marinho acrescentou que “o PS não precisa da CDU para fazer passar” os seus projetos nas reuniões camarárias, mas garantiu que o partido “está sempre disponível para apoiar todos os projetos que visem o bem-estar dos vianenses”.

“O que os vianenses acharem que é o mais indicado e o melhor, nós estaremos disponíveis”, reforçou.

O PS mantém-se à frente da Câmara de Viana do Castelo, depois de ter vencido as eleições autárquicas de domingo, mas mudou de presidente devido à lei de limitação de mandatos.

O socialista José Maria Costa, com 60 anos, não pode concorrer novamente à presidência por ter atingido o limite de mandatos (três consecutivos), tendo passado o testemunho para Luís Nobre, com 50 anos, que se torna assim o novo presidente da Câmara de Viana do Castelo.

Populares