Seguir o O MINHO

Futebol

Campeonato de Portugal e Liga feminina contra paragem das competições

Covid-19

em

SC Braga feminino. Foto: SC Braga

As equipas do Campeonato de Portugal e da Liga feminina de futebol uniram-se para pedir ao Governo que mantenha as competições a funcionar, garantindo o seu cuidado e lembrando o impacto de uma paragem na estabilidade familiar.

“Ambicionamos continuar a jogar, bem como receber o que nos é devido sobretudo nestes tempos árduos. Queremos contribuir para a subsistência dos clubes e, mesmo prescindindo dos adeptos nas bancadas […], poder continuar a dar-lhes essas alegrias a partir de casa, onde nos podem acompanhar em segurança”, justificam, em mensagem conjunta assinada por todos os capitães de equipa.

Em carta dirigida à Ministra da Saúde, Marta Temido, e ao Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serra Lopes, os representantes dos clubes não entendem a paragem dos campeonatos este fim de semana motivada pela pandemia da covid-19 e garantem que nestas provas estão a ser cumpridos todos os requisitos sanitários.

“Não compreendemos a decisão da paragem dos campeonatos este fim de semana! Se sentíssemos que não era possível, seríamos os primeiros a assumir. Não será essa a via de propagação da pandemia, pois as regras estão a ser cumpridas, seguimos sãos e com o afastamento recomendado”, asseguram.

Recordam, a propósito, que já vários jogos foram adiados para que não haja qualquer risco e deixam uma mensagem clara: “É possível jogar, jogamos. Não é possível, não o realizamos. Por nós e pelo próximo”.

No documento é recordado o “esforço tremendo” feito pela Federação Portuguesa de Futebol e o “investimento” feito pelos clubes na adequação às novas regras, pelo que nestas provas são mantidos “todos os cuidados sociais e de higiene, seja em treinos ou em jogos”.

Os clubes lembram que, em março, todos acataram as regras e, por isso, estiveram “seis meses em auferir qualquer remuneração”, facto que “marcou negativamente” a vida familiar de todos”, e que houve “paciência” para esperar pelo regresso “com todos os cuidados, preocupações e recomendações da Direção-Geral da Saúde”.

Os futebolistas sublinham que o Campeonato de Portugal é o maior do país e está representado em todo o território e, juntos com o futebol feminino, manifestam a “vontade de ajudar” e ser parte da solução, não do problema.

“Estamos conscientes da situação pandémica que atravessa o nosso país, porém sentimos a cada dia mais confiança no nosso trabalho e no de todos aqueles que estão a permitir de forma incansável que os campeonatos decorram em segurança”, reforçam.

Por fim, é referida a “saúde mental” de todos os cidadãos, “fundamental para o equilíbrio da sociedade”, pelo que entendem que “restringir o desporto não será solução”.

“Escrevemos-lhe com amor à camisola, para que considere as nossas palavras, pois o melhor para si será o melhor para nós”, concluem.

Portugal contabiliza pelo menos 2.544 mortos associados à covid-19 em 144.341 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os jogos das competições desportivas amadoras marcados para este fim de semana foram cancelados, devido às restrições impostas para evitar a propagação do novo coronavírus, mantendo-se a calendarização das I e II Ligas de futebol.

Anúncio

Futebol

FC Porto e Benfica empatam no ‘clássico’ (e o Braga pode ficar a dois pontos)

I Liga

Foto: Twitter / FC Porto

O FC Porto e o Benfica empataram hoje 1-1, em jogo da 14.ª jornada da I Liga de futebol, disputado no estádio do Dragão, com ambas as equipas a continuarem a quatro pontos do líder Sporting e a poderem ficar a dois do SC Braga.

A jogar fora, o Benfica inaugurou o marcador aos 17 minutos, com um golo do defesa espanhol Grimaldo, mas o FC Porto conseguiu chegar ao empate aos 25, através do avançado Mehdi Taremi. O iraniano acabou por ver um cartão vermelho direto aos 73, deixando os ‘azuis e brancos’ com menos um jogador em campo.

Com este empate, o FC Porto e o Benfica estão no segundo lugar, ambos com 32 pontos, mantendo os quatro de diferença para o líder Sporting (36), que também hoje empatou em casa com o Rio Ave (1-1).

O SC Braga, quarto classificado, pode reduzir amanhã à tarde, frente ao Paços de Ferreira, para dois pontos a desvantagem em relação aos dois clubes.

Continuar a ler

Futebol

Sporting empata em casa com o Rio Ave

I Liga

Foto: Twitter

O Sporting empatou hoje 1-1 na receção ao Rio Ave, na abertura da 14.ª jornada da I Liga de futebol, e lidera o campeonato com 36 pontos, mais cinco que FC Porto e Benfica, que se defrontam esta noite.

No estádio José Alvalade, o Sporting adiantou-se no marcador aos 42 minutos, com um golo de Pedro Gonçalves, o seu 12.º na competição, mas o Rio Ave chegou ao empate aos 61, através de Gelson Dala, antigo jogador dos ‘leões’.

Com este empate, o Sporting lidera o campeonato com 36 pontos e vai aguardar pelo resultado do ‘clássico’ de hoje entre FC Porto e Benfica para saber qual a vantagem que vai ter sobre os seus rivais na prova, enquanto o Rio Ave está em oitavo, com 15 pontos.

Continuar a ler

Futebol

Vitória com quatro regressos para duelo com Farense após casos de covid-19

I Liga

Foto: Facebook VSC

O médio Janvier e os avançados Rochinha, Bruno Duarte e Oscar Estupiñán são opções do Vitória SC para a receção ao Farense, da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, depois de infetados pelo novo coronavírus.

Os futebolistas integram a lista de 22 convocados para o duelo de sábado com os algarvios, hoje divulgada no sítio oficial vitoriano, depois de terem realizado testes positivos em 01 de janeiro, na véspera do encontro da 12.ª jornada com o Nacional, adiado para 21 de janeiro face ao surto ocorrido nos minhotos.

Os quatro jogadores, regularmente utilizados na equipa treinada por João Henriques a titulares ou a partir do banco de suplentes, estiveram isolados, falharam o encontro de sábado com o Moreirense (2-2), relativo à 13.ª jornada, e regressaram aos treinos na segunda-feira, após os resultados negativos em novos testes.

Os outros dois elementos do plantel infetados nesse surto, os médios Dénis Poha e Joseph, que já estava lesionado, apresentaram resultados negativos, mas continuam ausentes das opções.

O lateral-esquerdo Jonas Carls e o médio Luís Esteves, oriundo da equipa B do Vitória, deixaram os convocados após terem estado no banco de suplentes frente ao Moreirense, tal como o avançado Lyle Foster, que foi autorizado a sair do país devido à morte de um familiar.

Já os defesas Sílvio e Mascarenhas e os médios Mikel Agu e Jacob Maddox continuam de fora dos relvados, lesionados.

O encontro entre o Vitória, sexto classificado, com 20 pontos, e o Farense, 13.º, com 12, está agendado para as 18:00 de sábado, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.

A lista de 22 convocados

Guarda-redes: Bruno Varela, Matous Trmal e Jhonatan.

Defesas: Zié Ouattara, Sacko, Abdul Mumin, Jorge Fernandes, Suliman e Gideon Mensah.

Médios: Wakaso, Pepelu, Miguel Luís, André André, Janvier e André Almeida.

Avançados: Marcus Edwards, Rochinha, Ricardo Quaresma, Rúben Lameiras, Noah Holm, Bruno Duarte e Oscar Estupiñán.

Continuar a ler

Populares