Seguir o O MINHO

Ave

Campanha de solidariedade com refugiados em Guimarães

em

A estrutura concelhia de juventude do PSD associa-se, este fim de semana, à campanha nacional de solidariedade com os refugiados, que a JSD promove.

Durante o fim de semana decorrerá uma campanha de recolha de alimentos não perecíveis e de roupa, a distribuir por instituições portuguesas que acolherão refugiados. Uma parte dos bens será encaminhada para instituições da Croácia, que estão na linha da frente da União Europeia de acolhimento a esta flagelo humano.


A campanha, denominada “Somos Todos Humanos”, terá como ponto de recolha a sede do PSD, no Largo do Toural.

Anúncio

Ave

Sala de escola primária em Famalicão fecha após criança testar positivo à covid-19

Mais de 20 alunos em quarentena

em

A sala do quarto ano da EB1 de Gavião, em Famalicão, está encerrada após um aluno ter testado positivo para a covid-19, confirmou O MINHO junto do presidente da junta.

Depois de o caso ter sido confirmado, as autoridades de saúde colocaram toda a turma em quarentena.

Ao que O MINHO apurou, são mais de 20 crianças.

As restantes salas continuam a funcionar normalmente.

Continuar a ler

Guimarães

MIT Portugal, com sede em Guimarães, tem sete projetos de mais de 15 milhões

Massachusetts Institute of Technology

em

Foto: MIT Portugal / Twitter

O instituto MIT Portugal tem em carteira sete projetos de investigação de mais de 15 milhões de euros, nas áreas cidades sustentáveis e transformação digital, alterações climáticas e sistemas terrestres, foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado à Lusa, o Massachusetts Institute of Technology (MIT) Portugal, que tem desde segunda-feira instalado o seu gabinete de coordenação no campus de Azurém da Universidade do Minho, em Guimarães, sublinha que o investimento decorrerá durante os próximos três anos.

Os projetos são liderados por empresas nacionais (NOS, EFACEC, Zenithwings, Ubiwhere, Stratosphere, DSTelecom e Edisoft), em parceria com instituições de investigação, universidades e o MIT – EUA.

Citado no comunicado, o diretor do MIT Portugal, Pedro Arezes, refere que estes projetos permitirão dar “um passo relevante para a internacionalização e fazer o reforço da estrutura científica e tecnológica nacional”.

Desde 2018, já foram financiados pelo MIT Portugal 42 projetos de investigação que correspondem a um investimento nacional de cerca de 28 milhões de euros.

O Programa MIT Portugal nasceu em 2006 e envolve o MIT, o Governo português, academias e centros de investigação nacionais, associações e a indústria.

Tem como objetivo impulsionar ideias inovadoras e projetos de I&D (investigação e desenvolvimento) sobre desafios complexos da sociedade e do planeta, alavancando o desenvolvimento e a competitividade económico-social de Portugal.

Para o período 2020/2023, aposta em quatro áreas: alterações climáticas, sistemas terrestres (oceanos e espaço), transformação digital e cidades sustentáveis, todas elas com abordagens e metodologias ancoradas em ciência de dados.

A sua próxima Conferência Anual ocorre em 15 de outubro, em Lisboa, com oradores de vários países.

O Programa MIT Portugal é financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

Continuar a ler

Ave

Vizela vai ter máquinas de venda de máscaras

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Vizela vai instalar 20 máquinas dispensadoras de máscaras, produzidas no concelho, em edifícios municipais e juntas de freguesia, anunciou hoje a autarquia.

Em comunicado, o município explica que “estas máquinas dispensam packs de duas máscaras, com um custo de 0,50€ e cuja receita reverte a favor das IPSS do concelho”.

Trata-se de “uma medida que, para além de ajudar as instituições sociais do concelho, visa também ajudar a população no acesso ao material de proteção”, acrescenta o comunicado.

No próximo dia 28 de setembro, pelas 17:00, no edifício da câmara, serão entregues as máquinas dispensadoras de máscaras às juntas de freguesia.

Recentemente, a Câmara de Vizela tinha feito uma nova distribuição de 60.000 máscaras pela população.
Este reforço de kits de máscaras será também entregue nas juntas de freguesia, pelo que, aponta a autarquia, os munícipes que não recebam as máscaras nas suas habitações podem dirigir-se à sua junta de freguesia para efetuar o levantamento das mesmas.

“Esta medida, para além de ser relevante do ponto de vista da saúde pública, trata-se, acima de tudo de uma ação de sensibilização para o uso da máscara, de forma a que população se consciencialize das medidas de proteção a adotar, evitando a transmissão da doença na nossa comunidade”, conclui o comunicado.

Continuar a ler

Populares