Seguir o O MINHO

Região

Caminho de Santiago: Dormir duas noites no mesmo albergue poderá ser opção

Encontro de Hospitaleiros e Hospitaleiras do Camiño Portugués de Santiago

em

Foto: Divulgação

Os peregrinos do Caminho Português de Santiago podem vir a ter uma nova opção no alojamento, que lhes permitiria dormir duas noites no mesmo albergue.


A medida foi proposta esta segunda-feira durante o XVIII Encontro de Hospitaleiros e Hospitaleiras do Camiño Portugués de Santiago, que decorreu em Pontevedra e contou com hostelistas portugueses e espanhóis e também donos de albergues privados.

Os responsáveis pelas questões logísticas dos albergues sugeriram esta nova medida de forma a facilitar aos peregrinos a opção de conhecer melhor o local onde, habitualmente, passam apenas uma noite.

Citado pelo jornal espanhol Faro de Vigo, o presidente da Associação de Amigos do Caminho Português de Santiago, Celstino Lores, explicou que esta medida possibilita aos peregrinos uma potenciação do turismo nas localidades que atravessam rumo a Compostela.

O porta-voz dos hospitaleiros [voluntários que ajudam na logística nos albergues] salientou que esta nova medida “não pode desvirtuar o sentido do Caminho, para que os peregrinos permaneçam peregrinos e que tudo não se reduza a uma questão turística, que também está bem, mas não faz parte da essência do Caminho”.

Anúncio

Viana do Castelo

Monsenhor Sebastião Ferreira nomeado administrador diocesano em Viana

Religião

em

Foto: ACoutinho Viana

O colégio de consultores da diocese de Viana do Castelo elegeu hoje o monsenhor Sebastião Pires Ferreira como administrador diocesano, na sequência da morte do bispo Anacleto Oliveira num acidente de viação.

“Em conformidade com as normas do Código de Direito Canónico (…) decidiu o colégio de consultores da diocese de Viana do Castelo eleger como administrador diocesano (…) monsenhor Sebastião Pires Ferreira, que comunicou ao Núncio Apostólico em Portugal, Ivo Scapolo, a aceitação das funções para as quais foi eleito”, lê-se numa nota à imprensa da diocese.

Contactada pela Lusa, fonte do secretariado diocesano para a comunicação social explicou que o até agora vigário-geral, de 76 anos de idade, “foi eleito, interinamente, para assumir o governo da diocese até à nomeação, pelo Papa Francisco, do novo bispo de Viana do Castelo”.

A mesma fonte adiantou que o colégio de consultores vai reunir-se no sábado, para preparar as cerimónias fúnebres.

Na nota enviada à imprensa, a diocese “agradece as inúmeras manifestações de solidariedade e condolências”.

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, morreu hoje, aos 74 anos, na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada do Sul (A2) perto de Almodôvar, no distrito de Beja.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo decretou dois dias de luto municipal pela morte do bispo Anacleto Oliveira.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, numa nota divulgada pela Presidência, lamentou a morte “repentina e trágica” do bispo Anacleto Oliveira e apresentou “sentidas condolências” à sua família e à Igreja Católica.

Continuar a ler

Barcelos

Mulher em estado grave após colisão frontal em Barcelos

EN 205

em

Foto: DR

Uma mulher de 40 anos sofreu ferimentos graves na sequência de uma colisão entre duas viaturas ligeiras, esta noite de sexta-feira, na EN 205, em Barcelos.

Ao que apurou O MINHO, as duas viaturas colidiram frontalmente, por razões ainda desconhecidas, em frente ao restaurante Taberna O Manhoso, em Tamel São Veríssimo.

Para além da vítima grave, outros dois homens, de 40 e 45 anos, sofreram ferimentos ligeiros.

As três vítimas foram transportadas ao Hospital de Braga pelos Bombeiros de Barcelos, que estiveram no local com três ambulâncias, viatura de desencarceramento e uma viatura tática com dois elementos do comando.

A vítima grave foi acompanhada para o hospital pela equipa médica da VMER de Barcelos.

O Destacamento de Trânsito da GNR registou a ocorrência.

O alerta foi dado às 23:02.

Pelas 00:10 horas, o trânsito encontra-se condicionado para limpeza da via.

Continuar a ler

Ave

Bombeiros que assistiram parto na ambulância em Fafe convidados para padrinhos

Parto

em

Foto: BV Fafe

Os bombeiros Marilisa e Pedro, da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fafe, foram convidados para padrinhos de batismo da pequena Maria Emanuela, bebé que ajudaram a nascer dentro de uma ambulância daquela corporação.

O anúncio foi feito esta sexta-feira através das redes sociais, dando conta do convite dirigido pelos pais da pequena bebé aos bombeiros Pedro Cunha e Marilisa Soares, depois destes terem feito, em exclusivo, o parto da bebé a caminho do hospital.

A pequena Maria não quis esperar e nasceu nas mãos dos bombeiros em Fafe

Conta aquela corporação que o pai da Maria Emanuela, emigrado em França, regressou para ver o “seu novo rebento” e, em conjunto com a esposa, decidiram convidar os bombeiros “parteiros” para visitarem e bebé.

“Durante essa visita, os pais da Maria Emanuela convidaram o Pedro e a Marilisa para serem padrinhos da sua filha, convite esse aceite prontamente e que deixou o Pedro e a Marilisa muito felizes”, escreve a corporação.

“Esta é mais uma história na vida destes dois bombeiros, com um duplo final feliz”, acrescenta.

No passado dia 26 de agosto, Maria Emanuela não quis esperar e nasceu em casa, a 30 quilómetros do hospital onde seria suposto ter visto a luz do dia pela primeira vez.

A mãe da Maria começou a entrar em trabalho de parto dentro de casa. Pedro e Marilisa, bombeiros da corporação de Fafe, acorreram imediatamente ao local para transportar a mãe para o Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães.

Mas a Maria não quis esperar e acabou por nascer nos braços dos bombeiros, situação que já não acontecia “há alguns anos”, segundo revela aquela corporação.

“Assim, depois de ter vindo ao mundo, a Maria Emanuela e a mãe depois de devidamente estabilizadas, foram transportadas para o Hospital de Guimarães”, refere a mesma corporação.

Continuar a ler

Populares