Seguir o O MINHO

Alto Minho

Caminha vai ter ‘covid-drive’ na próxima semana para fazer face ao aumento de casos

No parque de estacionamento do ‘ferryboat’

em

Foto: Divulgação / CM Caminha

Um centro de rastreio à covid-19, em modelo ‘Drive Thru’, vai começar a funcionar na próxima semana, no parque de estacionamento do ‘ferryboat’ em Caminha, informou hoje a Câmara.

Em comunicado, o município presidido pelo socialista Miguel Alves explicou ter chegado “a acordo com a empresa Unilabs Portugal para a instalação de um centro de rastreio móvel”, para fazer face “ao crescimento do número de infetados” com o novo coronavírus no concelho e no distrito de Viana do Castelo.

“Este centro de rastreio é mais uma peça na estratégia municipal de combate à pandemia. Para além de todas as medidas que estão no terreno, para lá de todos os alertas e da ação que tem vindo a ser desenvolvida em escolas, lares, serviços públicos, comércio e na comunidade, sentimos agora, face ao aumento do número de infetados no concelho e na região, que tínhamos que agilizar a realização de teste e aproximar os equipamentos da população”, reforçou o autarca, citado naquela nota.

Casos ativos de covid-19 ‘disparam’ em Caminha

Miguel Alves justificou a escolha do parque de estacionamento do ‘ferryboat’, que assegura a travessia do rio Minho entre Caminha e a La Guarda, na Galiza, “com as condições de circulação, acesso, visibilidade e segurança daquele espaço”.

O centro de despistagem, “que funcionará em regime ‘drive thru’, sem que as pessoas tenham que sair das suas viaturas para realização de testes, permitirá o acesso a qualquer cidadão, com ou sem prescrição médica, criando proximidade e uma maior capacitação da região para a realização de diagnóstico à doença covid-19, através da pesquisa ao coronavírus SARS-CoV-2 nas vias respiratórias”.

“O método utilizado para a deteção do vírus é o PCR (Polymerase Chain Reaction), pela elevada sensibilidade e especificidade na identificação simultânea de vários genes do vírus”, especifica a nota.

O equipamento deverá ser instalado em dois dias e colocado ao dispor dos cidadãos durante a próxima semana.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.263.890 mortos em mais de 50,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.021 pessoas dos 187.237 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Anúncio

Alto Minho

Centenas de novos casos no Alto Minho. Ponte de Lima (+117) e Viana (+100) continuam a ‘galopar’

Boletim da ULSAM

Foto: Facebook / DR

Há 2.680 casos ativos no Alto Minho, mais 343 do que há dois dias, segundo o boletim da Unidade de Saúde Local do Alto Minho (ULSAM), atualizado às 19:00 de sexta-feira.

O distrito de Viana do Castelo soma, desde o início da pandemia, 10.103 casos, mais 662 nos últimos dois dias.

Contam-se ainda 7.248 recuperados, mais 217 em relação a segunda-feira.

Há a lamentar mais quatro óbitos, dois em Viana (total de 49), um em Caminha (23) e outro em Valença (7). No total, já morreram 175 pessoas desde o início da pandemia.

Viana do Castelo tem agora 789 casos ativos (+ 100 do que há dois dias), Ponte de Lima 512 (+ 117), Caminha 275 (+ 39), Arcos de Valdevez 322 246 (+ 76), Ponte da Barca 196 (+ 28), Valença 124 (+ 6), Melgaço 119 (+ 30), Monção 112 (+ 27), Paredes de Coura 80 (+ 13) e Cerveira 151 (+ 5).

Recorde-se que o distrito de Viana do Castelo é considerado pela ARS-Norte o “mais crítico neste momento” na região Norte.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Econtrada com vida (a 12 quilómetros de casa) mulher que desapareceu em Viana do Castelo

Buscas

Foto: DR

A mulher de 82 anos que estava dada como desaparecida desde a tarde desta sexta-feira foi encontrada com vida por uma sobrinha, e encontra-se bem de saúde.

Fonte da família disse a O MINHO que a senhora terá saído de casa, na zona da Abelheira, na cidade de Viana, e se terá desorientado, acabando por caminhar em “direção a Melgaço”.

Ao final da tarde, uma sobrinha que já andava há várias horas a percorrer ruas do concelho com uma viatura encontrou a senhora na zona de Afife, a cerca de 12 quilómetros da residência.

De acordo com a sobrinha, a senhora estaria desorientada e acabou por caminhar rumo a Norte. Neste momento está já em casa e encontra-se bem de saúde, consciente e cooperante.

Nas buscas participaram os Bombeiros Voluntários de Viana, os Bombeiros Sapadores de Viana, a PSP e vários familiares e populares que se mobilizaram para este desfecho feliz.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Mulher desaparece em Viana. Polícia e bombeiros fazem buscas

Em Abelheira

Foto: Pedro Luís Silva / O MINHO (Arquivo)

ATUALIZAÇÃO

Econtrada com vida (a 12 quilómetros de casa) mulher que desapareceu em Viana do Castelo

Uma mulher de 82 anos está dada como desaparecida desde a tarde desta sexta-feira, em Viana do Castelo, apurou O MINHO junto de fonte das autoridades.

O alerta foi dado via Bombeiros de Viana que transmitiram a ocorrência às autoridades policiais.

Ao que apurou O MINHO, tanto os Voluntários de Viana como os Sapadores estão a proceder a buscas pela idosa na zona de Abelheira, nas imediações do monte de Santa Luzia, com apoio da PSP.

Não são conhecidas mais informações até ao momento.

O alerta foi dado às 17:29.

Continuar a ler

Populares