Seguir o O MINHO

Ave

Câmara denuncia poluição do rio Vizela às instâncias europeias

Victor Hugo Salgado

em

Foto: CM Vizela

Análises realizadas ao rio Vizela indicam que a estação de tratamento (ETAR) de Serzedo está a contaminar a água e isso vai ser comunicado às instâncias europeias, anunciou hoje o presidente da câmara, Vítor Hugo Salgado.


“O tratamento não está a funcionar bem e as águas saem poluídas”, afirmou.

Segundo o autarca, os resultados das análises realizadas em julho às amostras captadas à saída da ETAR de Serzedo, no concelho de Guimarães, alguns quilómetros a montante da cidade de Vizela, indicam valores acima do permitido, em termos microbiológicos e químicos.

“Não são cumpridos os padrões da legislação e estão para além da responsabilidade de uma ETAR”, afirmou, numa conferência de imprensa realizada numa das margens do rio, em Vizela.

Câmara de Vizela apelará a boicote às presidenciais se poluição no rio não for resolvida

Criticando a postura do Governo neste processo, referiu que os resultados vão seguir para as instâncias europeias, nomeadamente a Agência Europeia do Ambiente e comissário do Ambiente, acompanhados de vídeos e fotografias que mostram os resultados das alegadas descargas poluentes efetuadas por aquele equipamento.

“Estas imagens só acontecem num país do terceiro mundo”, comentou em conferência de imprensa, quando era exibido um vídeo da autarquia que mostrava a coloração avermelhada da água, segundo a autarquia, à saída da ETAR, em contraste com as águas limpas a montante daquele equipamento.

Vítor Hugo Salgado reforça que os dados reunidos a partir dessas amostras “põem em causa” a recente posição da empresa de capitais públicos, Águas do Norte, que gere o equipamento, segundo a qual a ETAR tem estado a funcionar sem quaisquer anomalias, cumprindo as exigências ambientais.

GNR identifica locais de descargas ilegais no rio Vizela

Por isso, acrescentou o autarca, as análises e o demais material que a autarquia tem reunido em conjunto com outras entidades “vão consolidar” nova queixa-crime contra a empresa, porque, reforçou aos jornalistas, “o que se passa é algo inadmissível e inaceitável num país da União Europeia”.

Na conferência de imprensa, o presidente anunciou novas medidas no âmbito da estratégia da autarquia para pôr cobro à poluição naquele afluente do Ave, destacando a convocação de uma vigília à porta da estação de tratamento, agendada para quarta-feira.

O autarca informou que serão disponibilizadas centenas de velas para, a partir do fim da tarde daquele dia, as pessoas acenderem junto à ETAR, sinalizando “simbolicamente o seu protesto”.

A ideia será evitar a aglomeração no local de um grande número de pessoas, devido às questões da pandemia de covid-19, observou.

Águas de Norte nega anomalia na ETAR que Vizela acusa de estar a poluir o rio

Outra medida hoje anunciada é a realização de um estudo sobre o impacto da ETAR no ecossistema do rio Vizela, envolvendo a Universidade de Aveiro, para, sinalizou o presidente, “reforçar os fundamentos científicos e técnicos” da posição que a câmara tem defendido, quando imputa responsabilidades à Águas do Norte na poluição do rio.

O município vai, também, dinamizar uma petição pública para parlamento, através da comissão do ambiente, realizar um debate subordinado ao tema “Salvar o Rio Vizela”, com a participação do ministro do Ambiente e de representantes da autarquia, da Águas do Norte e da GNR, através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA).

Vítor Hugo Salgado reafirmou hoje que todos os dados atualizados sobre a situação têm sido encaminhados para a presidência da República, recordando que a câmara recomendará o boicote às eleições presidenciais se até lá não for resolvido o problema da poluição no Vizela.

Marques Mendes pede ação ao governo: “Rio Vizela é dos mais poluídos da Europa”

Segundo o autarca, a construção de um emissário que permita efetuar as descargas numa zona do rio com maior caudal, que poderá custar cerca de cinco milhões de euros, seria uma solução técnica para o problema.

A conferência de imprensa terminou com o potente som de uma sirene, que se costuma ouvir nos quartéis de bombeiros, que o presidente da câmara recordou ter sido usado na luta pela criação do concelho de Vizela, há algumas décadas.

Anúncio

Ave

Sindicato descontente com termas de Vizela encerradas pede reunião à Câmara

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte

em

Foto: DR

Os trabalhadores das termas de Vizela pediram uma reunião ao presidente da Câmara para manifestar insatisfação com o encerramento do balneário desde novembro e por incumprimento dos direitos laborais, informou hoje o sindicato do setor.

Em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte, diz que “o balneário encerrou devido a uma contaminação nas águas”, mas esse problema “ficou resolvido em três meses”.

O sindicato refere que a empresa Tesal, que gere a estância termal, por concessão da Câmara, “não respeita os direitos dos trabalhadores, nem no balneário termal, nem no hotel”.

“O sindicato requereu hoje uma reunião com a empresa e com a Câmara Municipal para exigir a reabertura imediata do balneário termal, o pagamento dos salários de julho e agosto a 100% e o respeito pelos demais direitos dos trabalhadores”, lê-se no documento.

Sobre esta posição do sindicato, o presidente da câmara explicou à Lusa que o balneário só reabrirá quando forem cumpridas as exigências das autoridades de saúde.

Vítor Hugo Salgado informou que estão a ser feitas análises às águas termais para determinar a reabertura do equipamento, o que deve ocorrer até ao final do ano.

Sobre o alegado incumprimento nos salários, o autarca disse ter a informação de que a situação tem vindo a ser regularizada, recordando que a pandemia da covid-19 trouxe dificuldades acrescidas ao setor.

O presidente da câmara adiantou que vai receber o sindicato para ouvir a posição dos representantes dos trabalhadores.

Continuar a ler

Guimarães

Jovem de 17 anos molestada sexualmente na via pública em Guimarães

Assédio sexual

em

Foto: DR

Uma jovem mulher de 17 anos alega ter sido molestada na via pública, em Guimarães, na tarde de ontem, segunda-feira.

De acordo com o Guimarães Digital, do Grupo Santiago, a vítima diz ter sido molestada sexualmente no centro da cidade, por volta das 15 horas.

O homem, desconhecido, terá encetado fuga depois do ataque sexual.

A jovem apresentou queixa na esquadra da PSP de Guimarães, que está a investigar a ocorrência.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães: José Neves doa dois terços da fortuna para causas sociais

Economia

em

Foto: DR

O empresário José Neves, de Guimarães, anunciou hoje que irá doar dois terços da fortuna ao movimento Giving Pledge, fundado por Bill Gates e Warren Buffett, de forma a ajudar as principais causas sociais em todo o mundo.

De acordo com o jornal Público, o CEO da Farfetch é o primeiro português a aderir a este movimento.

“Fui aceite pela Giving Pledge, que é a iniciativa de Bill e Melinda Gates e de Warren Buffett para filantropos que prometeram doar mais de 50% da sua fortuna. No meu caso, foi dois terços”, disse esta quarta-feira o empreendedor aos jornalistas, no Porto, antes de apresentar um dos projetos-piloto de uma fundação que criou.

Neves declara que a adesão ao movimento solidário global passa por um “gesto de gratidão” e “um sentimento de dever, de missão”.

“Quando sentimos um dever, sem uma carga moral associada, um dever fazer, porque é o que tem de ser feito, chega o momento de começar a partilhar”, disse, classificando o movimento como “uma rede fantástica”.

O movimento fundado pelo casal Gates reune duas vezes por ano para “ouvir especialistas e trocar ideias” no que toca à filantropia.

Em 2019, a edição portuguesa da revista Forbes classificou o vimaranense como o quarto homem mais rico do país.

O empresário, que também tem residência em Londres e tem a Farfetch como o seu principal ativo, tem uma fortuna estimada em 1010 milhões de euros.

Vimaranense José Neves é o quarto mais rico de Portugal

Segundo a revista, a maioria dos milionários nasceu rico ou herdou uma fortuna. O vimaranense está na categoria dos que construíram a partir do zero.

Na primeira posição estava Maria Fernanda Amorim, com uma fortuna de 4,1 mil milhões de euros. Alexandre Soares e Vítor da Silva Ribeiro completavam o pódio.

Continuar a ler

Populares