Seguir o O MINHO

Ave

Vizela vai avaliar condições de segurança do Parque das Termas

Estudo fitossanitário

em

Foto: Divulgação / CM Vizela

A Câmara de Vizela vai avançar com um estudo fitossanitário para avaliar as condições de segurança do Parque das Termas, onde abateu duas árvores por haver “perigo iminente” de colapso, informou hoje a autarquia.


Segundo aquele município do distrito de Braga, havia “risco e perigo tecnicamente reconhecidos sobre a segurança de pessoas e bens envolventes”.

A decisão foi tomada depois de técnicos especializados terem realizado, na quarta-feira, uma visita ao parque para “recolha de dados e correto planeamento e manutenção do parque arbóreo”.

Na visita participaram a técnica da área do ambiente daquela autarquia, acompanhada por especialistas do Parque Biológico de Gaia.

O estudo fitossanitário tem como objetivo, acrescenta a autarquia em comunicado, “garantir a segurança de pessoas e bens”, nomeadamente quanto “à prevenção de perigos resultantes da presença de árvores de grande porte no domínio público”.

Assinala-se, também, que o “extremo interesse ambiental e valor paisagístico” do património arbóreo do parque justifica que todos os trabalhos sejam “realizados por técnicos habilitados e currículo relevante na área de avaliação das condições de segurança de árvores em espaço público”.

Anúncio

Ave

Construtora de Famalicão escolhida para dar nova vida ao Parque Mayer em Lisboa

Construção

em

Foto: Divulgação

A construtora Gabriel Couto, de Famalicão, vai reabilitar o emblemático Teatro Variedades, no Parque Mayer, em Lisboa, numa empreitada com o valor de cerca de cinco milhões de euros, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a empresa refere que a requalificação do espaço será assente num “conceito de intervenção global de forma a reabilitar os espaços principais e completá-los com uma nova envolvente funcional, compreendendo o exterior, acessos e áreas técnicas de apoio”.

Este teatro teve a construção inicial em 1924, num projeto assinado por Urbano de Castro. Foi inaugurado em 1926, tornando-se na segunda casa de espetáculos daquele parque, a par do Teatro Maria Vitória.

Foi alvo de incêndio em 1966 e recuperado na década de noventa, servindo de palco para a televisão.

Em 1992, o encenador Filipe La Féria gravou para a RTP1 o programa “Grande Noite”.

Encerrou no final daquela década não voltando a reabrir.

Sediada em Requião, concelho de Famalicão, a firma Gabriel Couto, liderada pelo engenheiro Carlos Couto. Existe há 71 anos, e tem atividade em Portugal, em África – Angola, Moçambique, Senegal, Zâmbia e Suazilândia -, e na América Central – Honduras, Nicarágua e El Salvador.

Continuar a ler

Ave

Famalicão poupa 40 por cento na iluminação pública após substituição de luminárias

Poupança energética

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

A Câmara de Famalicão vai conseguir uma poupança de cerca de 40 por cento na sua fatura com a iluminação pública no concelho, através da substituição das luminárias equipadas com lâmpadas convencionais por luminárias do tipo Led, foi hoje anunciado.

Depois de terminada a primeira fase do processo que decorreu no ano passado e abrangeu o centro urbano da cidade, as estradas nacionais e a Via Intermunicipal (VIM), a autarquia vai avançar agora com a segunda fase que implica a substituição das luminárias na via pública das vilas de Joane, Ribeirão e Riba de Ave e nas estradas municipais do território.

A decisão de contratar a empreitada para esta segunda fase, que envolve um investimento municipal de mais de um milhão de euros, foi aprovada esta quinta-feira em reunião do executivo municipal.

Segundo o presidente da autarquia, Paulo Cunha, “trata-se de um investimento âncora para o município, por várias razões”.

E explicou: “Em primeiro lugar estão as razões ambientais, pois como é sabido as lâmpadas Led são uma solução mais amiga do ambiente e com elas estamos a contribuir para a redução da pegada ecológica no concelho e para um futuro mais sustentável”.

Mas o autarca não escondeu a importância do aspeto financeiro. “Claro que há aqui um clara poupança orçamental. Com as soluções Led, vamos consumir significativamente menos energia o que se reflete numa poupança de cerca de 40 por cento nos gastos com a iluminação pública”, sublinhou.

Ao todo, nas duas fases, serão substituídas cerca de 10 mil lâmpadas, num investimento dos dois milhões de euros.

Com todas as todas as estradas nacionais, municipais e núcleos urbanos da cidade e das vilas de Famalicão equipadas com tecnologia Led, fica apenas a faltar os caminhos vicinais, que são os caminhos públicos de ligação entre lugares das freguesias.

“Quando chegarmos aos caminhos vicinais atingiremos cem por cento do território”, adiantou ainda o autarca.

Recorde-se ainda que neste âmbito, a autarquia instalou, em 2016, lâmpadas do tipo LED em mais de uma dezena de parques e praças do concelho. Entretanto, concluiu também os projetos de sustentabilidade e eficiência energética para a Casa das Artes e Piscinas Municipais de Oliveira S. Mateus e Joane.

Continuar a ler

Ave

GNR apreende armas e 120 preservativos em rusga em alterne de Cabeceiras de Basto

Crime

em

Foto: DR / Arquivo

Dois homens foram constituídos arguidos na sequência de uma rusga efetuada por militares do Núcleo de Investigação Criminal da GNR, num alegado bar de alterne, em Cabeceiras de Basto, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o comando territorial de Braga dá conta da operação, onde foram identificadas sete mulheres, entre os 30 e os 45 anos, doze clientes, entre os 18 e os 65 anos e apreendidos 120 preservativos e 1.260 euros.

“A ação foi efetuada na sequência de uma investigação, iniciada em novembro do ano passado, relacionada com crime de lenocínio, tendo os militares do NIC [de Fafe] dado cumprimento a três mandados de busca, dois em residências e um em estabelecimento comercial”, explica a GNR.

Foram ainda realizadas duas buscas domiciliárias, às residências do proprietário do estabelecimento e arrendatários do espaço, em Chaves e Felgueiras, tendo sido apreendido uma arma transformada para calibre 6.35mm, onze munições e um aerossol gás pimenta.

Os suspeitos foram constituídos arguidos por crime de lenocínio e posse de armas proibidas e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Cabeceiras de Basto.

Continuar a ler

Populares