Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Viana aprova apoio a investimento privado de 10 milhões que vai criar 150 empregos

Serratec vai construir nova unidade de produção

em

A empresa de componentes industriais Serratec, com sede em Viana do Castelo, vai investir 10 milhões de euros na criação de uma nova unidade de produção direcionada a obras de construção metálica, criando 150 postos de trabalho. A empresa estará sujeita a isenção do Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, medida aprovada na última reunião do executivo vianense.

Em comunicado enviado hoje às redações, a Câmara de Viana adianta que a empresa, com sede na Zona Industrial de Neiva (1.ª fase), tem como objeto social a fabricação de outros produtos metálicos diversos e, “no âmbito do seu processo de crescimento e consolidação, pretende instalar no nosso concelho uma unidade de produção que permita executar novas obras de construção metálica”.

Imagem: YouTube

Assim, a Serratec irá adquirir uma parcela de terreno com 5.550 m2 para um investimento que rondará os 10 milhões de euros “e dotará a empresa dos meios necessários para a implementação do projeto, assim como a aquisição do referido terreno pelo valor de 80.525 euros”.

A Câmara recorda que o Regime de Incentivos para 2022 prevê a continuidade das reduções e isenções de taxas diversas e, pela primeira vez, também a isenção do valor final das taxas administrativas e de urbanização e edificação em operações urbanísticas e 1.ª habitação para jovens até aos 35 anos.

Imagem: YouTube

O regime inclui reduções e isenções de taxas para investidores de empreendimentos turísticos e acolhimento empresarial, atividades económicas relacionadas com as fileiras da agricultura, floresta e produtos de base regional e do mar, setor tecnológico, serviços partilhados e indústrias/atividades criativas, equipamentos de utilização coletiva, abrangendo ainda a regeneração urbana e operações urbanísticas.

O regime inclui ainda a atividade hoteleira, de restauração e de espaços de bebidas, possibilitando o pagamento em prestações das taxas de ocupação dos lotes do Parque Empresarial da Praia Norte.

EM FOCO

Populares