Seguir o O MINHO

Alto Minho

Câmara de Paredes de Coura fechou contas de 2018 com taxa de execução de 90%

“Somos diligentes e eficazes na criação de emprego”

em

Foto: DR/Arquivo

A Câmara de Paredes de Coura, no Alto Minho, informou hoje ter encerrado as contas de 2018 com uma taxa de execução de 90%, sublinhando o prazo médio de pagamentos a um dia, aos fornecedores.

Em comunicado, o município liderado pelo socialista Vítor Paulo Pereira referiu, a propósito da aprovação, pela assembleia municipal, na segunda-feira, do Relatório e Contas de 2018, que o documento “confirma, em definitivo, a ideia da consolidação, da inovação e da ousadia das políticas municipais enunciadas em 2013, aquando da nossa tomada de posse”.

“Paredes de Coura continua a crescer economicamente. Somos diligentes e eficazes na criação de emprego”, sustenta o Vítor Paulo Pereira, citado na nota enviada à imprensa.

O autarca socialista salientou ainda “o prazo médio de pagamentos aos fornecedores, que passou de 14 dias para um dia”.

“Traduz a excelência no relacionamento com todos os fornecedores do município. Ser de esquerda exige, antes de tudo, ter boas contas, porque, até prova em contrário, não podemos fazer ação social ou promover políticas de inclusão ou de promoção da igualdade sem dinheiro, o mesmo será dizer, sem boas contas”, sublinhou.

Segundo o autarca, que tem maioria absoluta no executivo municipal, a gestão socialista conseguiu “conciliar a capacidade de investimento com a redução da dívida, fortalecendo as necessidades de investimento que permitirão suportar financeiramente alguns projetos que mudarão para melhor a vida de todos os courenses”.

“Brevemente começarão as obras da nova ligação rodoviária de Paredes de Coura à autoestrada A3, a ampliação das zonas industriais, a segunda fase da reabilitação urbana e as tão desejadas obras na rede viária municipal”, especificou.

Vítor Paulo Pereira apontou ainda “a taxa de execução ao nível da receita de 90,6%”, sublinhando que “espelha rigor e seriedade na elaboração dos orçamentos”.

Para Vítor Paulo Pereira, as contas de Paredes de Coura “estão bem e recomendam-se”: “Investimos muito nas freguesias e na rede viária, sem esquecer os projetos estratégicos para o nosso concelho como a ligação ao parque industrial de Formariz, a solução para o antigo Sanatório ou a reabertura do Tribunal de Paredes de Coura”, concluiu.

Anúncio

Alto Minho

Arcos de Valdevez: Mais de 173 mil euros para promoção e sensibilização de Sistelo

“Pequeno Tibete português”, monumento nacional desde 2018

em

Foto: Divulgação / Arquivo

A Câmara de Arcos de Valdevez anunciou hoje um investimento superior a 173 mil euros num projeto de promoção e sensibilização ambiental da aldeia de Sistelo e do rio vez.

Encaixada no fundo de um vale, situado às portas do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), a aldeia de Sistelo, considerada “o pequeno Tibete português”, foi classificada em 2018 como monumento nacional, enquanto paisagem cultural evolutiva viva.

Em comunicado hoje enviado à imprensa, a autarquia explicou que o projeto pretende “preservar da melhor forma possível as condições naturais do território e as marcas da atividade humana, que transformou este vasto património num pilar de desenvolvimento socioeconómico do concelho de Arcos de Valdevez”.

Trata-se de um projeto apoiado por fundos da União Europeia, integrado no Plano de Ação para a Regeneração Urbana (PARU).

A iniciativa é cofinanciada pelo POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos. O investimento elegível é de 173.417,70 euros e a comparticipação comunitária de 147.405,05 euros.

Continuar a ler

Alto Minho

Arrancou o Carnaval de Lindoso, “um dos mais genuínos de Portugal”

Ponte da Barca

em

Fotos: Barca FM

Já começaram as festividades do Carnaval de Lindoso, em Ponte da Barca, com a tradição do cortejo menor do Pai Velho, realizado no final da missa deste domingo.

Até terça-feira, a aldeia situada no Parque Nacional Peneda-Gerês vai celebrar aquele que, dizem, é “o Carnaval mais genuíno de Portugal”.

Valter São Martinho, um dos organizadores, salienta que a tradição do “Enterro do Pai Velhos” remonta à cultura celta, ainda antes dos romanos por cá passarem.

O responsável aponta, em declarações à Barca FM, que “esta festa mantém a ferro e fogo uma tradição que vivemos e que tem sido respeitada ao longo dos anos”.

O desfile maior para queimar o Pai Velho é na terça-feira, durante a tarde. Para além do cortejo, há ainda a leitura do testamento, uma espécie de sátira social sobre os habitantes da aldeia. “Aí é a voz do povo a falar”.

 

Continuar a ler

Ponte de Lima

Colisão em Ponte de Lima faz um ferido grave e três encarcerados

EN 203

em

Foto: O MINHO

Uma colisão rodoviária entre duas viaturas, ao final da manhã deste domingo, provocou quatro feridos, um dos quais em estado grave, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

As viaturas colidiram no troço da Estrada Nacional 203 que atravessa a freguesia de Correlhã, no concelho de Ponte de Lima, com o alerta a ser dado cerca das 11:00 horas.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários e a SIV de Ponte de Lima e a VMER de Viana do Castelo, no total de 19 operacionais e oito viaturas.

As vítimas foram transportadas pelos bombeiros limianos para o Hospital de Viana do Castelo.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares