Seguir o O MINHO

Ave

Câmara de Guimarães prolonga passeio na Madre de Deus

em

 A Câmara Municipal de Guimarães iniciou esta quarta-feira o processo de estabilização de um talude com o objetivo de prolongar a construção de um passeio que reforçará a segurança dos peões, na Rua de S. Torcato, na Madre de Deus, perto da capela, na freguesia de Azurém. A obra tem um prazo de execução de 60 dias, devendo ficar concluída no decurso do mês de março, até ao dia 25.

De acordo com o projeto da empreitada, o muro será estabilizado com recurso a betão projetado e pregagens. Devido à localização da obra, que se encontra implementada numa zona urbana com bastante densidade populacional, o município optou por desviar o trânsito, sendo proibido o tráfego rodoviário no sentido norte-sul da Rua de S. Torcato, entre os entroncamentos da Rua dos Mártires e a Rua de Goa.

No sentido S. Torcato-Guimarães, no percurso de entrada na cidade, o trânsito será desviado pela Rua dos Mártires, Rua da Fé, Rua Padre António Valdas e Rua João Xavier de Carvalho. A realização da empreitada está já devidamente sinalizada e delimitada, de acordo com o plano de sinalização. Os trabalhos a realizar foram previamente estudados e organizados de modo a minimizar os transtornos e condicionalismos para os automobilistas.

Anúncio

Famalicão

Atiram pedras de viaduto na A3: Quebra de vidro deixa mulher ferida

Em Cruz

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Uma mulher, cuja idade não foi possível apurar, sofreu ferimentos na sequência de um apedrejamento em plena Autoestrada n.º 3, em Famalicão, disse a O MINHO fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Bombeiros de Famalicão foram acionados para o local, junto à saída de Cruz, naquele concelho, cerca das 03:00 da madrugada deste sábado, para socorrer a vítima, que acabou transportada para o Hospital de Braga com ferimentos considerados “ligeiros”.

Naquele local, perto da saída de Cruz, os apedrejamentos “são regulares”, tendo já provocado danos em viaturas noutras ocasiões.

Não houve qualquer despiste da viatura. Os ferimentos terão sido provocados pela quebra de vidros e pela pedra lançada por terceiros, ainda não identificados.

A O MINHO, o comando territorial da GNR em Viana do Castelo confirmou a ocorrência, que foi registada por militares da divisão de trânsito sediada em Ponte de Lima.

Continuar a ler

Famalicão

Bombeiros de Famalicão oferecem 300 cabazes de Natal a quem mais precisa

Campanha solidária

em

Foto: Facebook de Bombeiros de Famalicão

Depois de um árduo trabalho durante dois meses, os Bombeiros de Famalicão já têm disponíveis cerca de 300 cabazes de Natal para oferecer às famílias carenciadas daquele concelho, anunciou este sábado a corporação.

Elementos da fanfarra daquela associação, iniciaram a recolha de alimentos no início de outubro, junto das superfícies comerciais, sendo bastante elogiadas por fonte da corporação pelo “trabalho fantástico de sensibilização”.

Para além dessa recolha, alguns dos alimentos foram doados como inscrição para a participação numa caminhada solidária, organizada pelos bombeiros para este efeito.

Houve ainda doação de anónimos e notáveis que contribuíram para esta causa abnegada.

A própria associação humanitária contribuiu com a compra de alimentos para “que nada falte na mesa das pessoas que vão receber os cabazes”.

Os cabazes estão a ser entregues, ao longo do dia de hoje, a famílias nas 49 freguesias do concelho de Famalicão.

“E assim conseguimos, mais uma vez, mostrar que todos juntos fazemos a diferença”, refere fonte da corporação.

Continuar a ler

Guimarães

Duas mulheres feridas após agressões em Guimarães

Violência doméstica

em

Foto: DR / Arquivo

Uma mulher, com cerca de 40 anos, e a filha, de 17, receberam tratamento hospitalar, na sexta-feira, depois de, alegadamente, terem sido alvo de agressões, disse a O MINHO fonte das autoridades.

Os Bombeiros de Guimarães receberam um alerta para duas mulheres feridas em agressões, em contexto de violência doméstica, na freguesia de Costa, mobilizando duas ambulâncias e quatro operacionais.

As vítimas foram transportadas para o Hospital de Guimarães pelos bombeiros locais.

Desconhece-se se terão sido agressões mútuas ou se existiram mais envolvidos na contenda.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares