Seguir o O MINHO

Guimarães

“Câmara de Guimarães à deriva desde que a pandemia começou”, diz JSD

Polémica no Multiusos

em

Foto: Instagram de A Pipoca Mais Doce

O núcleo de Guimarães da Juventude Social Democrata (JSD) acusou hoje a autarquia de “andar à deriva” desde que começou a pandemia, depois desta ter cancelado temporariamente os eventos em equipamentos culturais.

Em comunicado enviado à nossa redação, Eduardo Fernandes, presidente da JSD vimaranense, diz que o episódio de hoje (cancelamento) foi causado após “chuva de críticas e algumas notícias” sobre a enchente de ontem no espetáculo de Stand Up Comedy que decorreu no Multiusos, e atraiu perto de um milhar de pessoas.

“Não se percebe esta gestão de reação do Município de Guimarães. Convém relembrar que a Tempo Livre, cooperativa que gere o Multiusos de Guimarães, é uma empresa municipal e que uma das humoristas que esteve presente neste espetáculo emitiu um mcomunicado na sua página a dizer que tinham a aprovação da CMG para a realização do mesmo”, aponta a ‘jota’.

“Então, não sabia o Sr. Presidente de Câmara que o espetáculo se ia realizar? E, se os espaços cumprem todas as normas recomendadas pelas autoridades de saúde, porque é que tem a Câmara Municipal de cancelar os espetáculos em todos os equipamentos culturais?”, questiona.

Eduardo Fernandes conclui que “no executivo municipal não existe um planeamento no que diz respeito ao combate à covid-19 e a toda a gestão que tem que ser feita nesse sentido”.

“O Município de Guimarães está numa verdadeira deriva desde que a pandemia começou. O que realmente nos preocupa é que, com esta ineficácia e falta de planeamento, quem sofre as consequências, como é normal, são todos os vimaranenses”, conclui.

Populares