Seguir o O MINHO

Alto Minho

Câmara de Caminha quer saber quem abriu rua ao trânsito sem autorização

Pode haver processo judicial

em

Foto: CM Caminha / Divulgação

A Rua de São João, no centro de Caminha, foi ilegalmente aberta ao trânsito, à revelia da Câmara Municipal, que a tinha interditado recentemente para execução de obras. Agora, a autarquia quer saber quem o fez e com que autorização, remetendo os factos para as autoridades.

Em comunicado divulgado este domingo, a autarquia do Alto Minho informa que tomou “hoje conhecimento” da abertura da rua, para além da danificação e deslocação de sinais de trânsito que se encontravam naquele local.

“Tais factos – de natureza ilícita e por razões ainda desconhecidas – colocaram em risco os transeuntes e os próprios automobilistas que, induzidos em erro, circularam de forma livre numa artéria que ainda não reúne todas as condições de segurança por se encontrar em fase de execução de obra”, esclarece o município liderado por Miguel Alves (PS).

Por essas razões, a Câmara está a “articular diretamente com as autoridades no sentido de averiguar a situação, reservando-se naturalmente ao direito de agir judicialmente contra os seus autores”.

Entretanto, a sinalização na rua já foi reposta, assim como a restrição de circulação rodoviária que se manterá até novo despacho do presidente da Câmara a autorizar a sua abertura formal, que só será concretizado quando estiverem concluídos os trabalhos em falta no referido arruamento.

Populares