Seguir o O MINHO

Braga

Cães à procura de dono posam para calendário solidário em Vila Verde

As receitas visam ajudar as famílias mais carenciadas

em

Foto: Divulgação

Cães à procura de dono e filhos de funcionários municipais posaram juntos, em Vila Verde, distrito de Braga, para um calendário solidário que visa ajudar as famílias mais carenciadas e sensibilizar para a adoção responsável de animais.


Segundo fonte do município, consciencializar para os problemas dos maus-tratos e do abandono dos animais é outro dos objetivos do calendário para 2020, já à venda.

Trata-se de uma iniciativa do serviço de ação social do município de Vila Verde, que pelo terceiro ano consecutivo lançou o calendário solidário, sempre com o objetivo comum de apoiar as famílias do concelho com maior vulnerabilidade social.

Este ano, para a sessão fotográfica com 18 jovens filhos dos funcionários, foram “convocados” alguns dos 180 animais atualmente à guarda da Associação para a Defesa dos Animais e Ambiente de Vila Verde.

“Todos os animais que participaram na sessão esperam por um lar e uma família que lhes proporcione a oportunidade de serem felizes”, sublinha o município.

A sessão fotográfica decorreu nos jardins do centro de Vila Verde.

Os calendários estão à venda na câmara de Vila Verde, Loja de Turismo, Espaço Namorar Portugal, no complexo de lazer de Vila Verde, na piscina municipal da Vila de Prado e no Gabinete de Inserção Profissional da Vila de Prado.

“Ao adquirir este novo calendário solidário, está a promover a adoção responsável dos animais e a contribuir para melhorar o conforto e a qualidade de vida de algumas famílias vilaverdenses”, refere ainda o município.

Os calendários solidários para 2019 incidiram sobre a importância do brinquedo e da brincadeira, tendo também como protagonistas os filhos dos funcionários.

Na primeira edição, os modelos foram os funcionários do município, com trajes inspirados nos “lenços dos namorados”, emblemas do concelho.

Anúncio

Braga

CDS de Braga apoia António Cunha para a CCDR-N. Bloco está contra e pede regionalização

Política

em

João Medeiros (CDS) e Alexandra Vieira (BE). Foto: Municipio de Braga

O CDS/PP de Braga produziu, ontem, na Assembleia Municipal, uma declaração política de apoio à candidatura do antigo reitor da Universidade do Minho, António Cunha, à presidência da CCDR-N, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte.

O deputado municipal João Medeiros enalteceu as qualidades pessoais, de honradez, e de gestão do universitário bracarense, lembrando o bom papel que desempenhou enquanto Reitor e, posteriormente, na Escola de Engenharia, quer na docência quer em projetos de ligação ao mundo empresarial.

Antes da declaração, o Bloco de Esquerda, havia apresentado uma Moção Contra o processo de eleição indireta dos presidentes das CCDR e pela instituição efetiva de regiões administrativas. Moção chumbada com os votos da maioria PSD/CDS/PPM e do PS.

Os bloquistas dizem que “a eleição de um presidente da CCDR para os próximos cinco anos quando estamos a um ano de novas eleições autárquicas, enfraquece a legitimidade do processo e está a transformar-se numa espécie de oligopólio eleitoral, com PS e PSD a distribuirem entre si cargos de presidente nas várias CCDR’s, num processo que de democrático tem muito pouco. Fica, isso sim, evidente a intenção de manter o bloqueio à Regionalização consagrada na Constituição desde 1976”.

O BE pedia, por isso, que os deputados municipais manifestassem a sua discordância quanto ao processo e insistissem junto dos órgãos da República para que se avance, o mais rápido possível, com a instituição de Regiões Administrativas.

Eleição no dia 13

Na sessão, a presidente da Assembleia Hortense Santos disse que a votação para eleição de António Cunha – o único candidato – decorre no edifício da Câmara, entre as 16 e as 20 horas. Votam o presidente do Município, os vereadores – com e sem pelouro – os deputados municipais, e os presidentes de Juntas ou de Uniões de Freguesia.

Recorde-se que, e conforme O MINHO noticiou, Ricardo Rio já manifestou publicamente o seu apoio a António Cunha, enquanto que o líder do PS local, Artur Feio, disse que o assunto será debatido em reunião da secção.

A CDU, disse o vereador Carlos Almeida, votará contra, por discordar do método adotado e também querer a Regionalização, seguindo a orientação nacional do PCP.

Continuar a ler

Braga

Casal ferido após colisão entre mota e carro em Braga

Maximinos

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Um casal sofreu ferimentos na sequência de uma colisão entre a mota em que seguiam e uma viatura ligeira, ao início da noite deste sábado, em Braga.

Ao que apuro O MINHO, o acidente ocorreu na rotunda onde começa a Rua Cidade do Porto, em Maximinos, cerca das 21:00 horas.

As duas vítimas, que seguiam na mota, foram imobilizadas e transportadas para o Hospital de Braga, para fazerem exames de despiste de possíveis fraturas e lesões na coluna.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Serão marido e mulher e foram transportados pelos Bombeiros Sapadores de Braga, que mobilizaram quatro operacionais e duas ambulâncias.

Foram para o Hospital de Braga com apoio da equipa médica da VMER local.

A PSP está a fazer as peritagens.

Continuar a ler

Braga

Concelho de Braga com 235 casos ativos de covid-19. Há 338 pessoas em isolamento

Dados locais

em

Foto: DR

O concelho de Braga regista 235 casos de infeção ativa pelo novo coronavírus.

Estes dados, apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde, foram atualizados às 17:30 de sexta-feira.

O concelho regista 1.433 casos de recuperações do SARS CoV-2 desde o início da pandemia.

Em termos acumulados, são já 1.742 casos de pessoas infetadas com a doença.

Lamentam-se ainda 74 óbitos, número que permanece igual desde o passado dia 16 de junho.

O número de pessoas em isolamento sob vigilância da autoridade de saúde é de 338.

Continuar a ler

Populares