Redes Sociais

Barcelos

Cadela presa há dois dias em conduta salva pelos Bombeiros de Barcelos

a

Bombeiros que salvaram a cadela

“Fantástico, está salva”. Esta foi a expressão de “bruá” de todos que esta manhã de quinta-feira, no concelho de Barcelos, assistiram ao salvamento de uma cadela, que segundo os Bombeiros Voluntários de Barcelos, corporação que esteve no resgate do canídeo, estava há “dois dias” presa numa conduta de oito metros.

Francisco Lopes e Luís Mendes fora os “bombeiros heróis” que salvaram a cadela. Tudo ficou registado em vídeo, onde é possível perceber a “sempre ação altruísta” dos bombeiros.

A situação ocorreu na freguesia de Aborim, sendo que o animal tem vários ferimentos e que poderá ter sido vítima de atropelamento.

O animal, depois de alimentado e de beber água, foi entregue ao Veterinário Municipal. A cadela estava desaparecida desde domingo, sendo que os donos são da freguesia da Silva.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Barcelos

Barcelos. Mais de 200 presépios em exposição

Publicado

a

Foto: DR/Arquivo

Barcelos vai reunir mais de 200 presépios para exposição na época natalícia. No contexto de Cidade Criativa da Unesco, o concelho visa mostrar a riqueza do artesanato local e a preponderância da temática religiosa.

Esta exposição coletiva, “Presépio – Uma Tradição, Várias Interpretações”, terá lugar de 17 de novembro a 06 de janeiro, na Torre Medieval e no Posto de Turismo, e de 06 de dezembro a 06 de janeiro, na Sala Gótica dos Paços do Concelho.

“O presépio é um dos temas mais trabalhados no figurado de Barcelos e é, também, dos mais procurados, não só pela variedade e tipologia das representações, mas também pelo valor simbólico que tem para as comunidades locais, onde o Natal continua a ser uma das celebrações mais importantes do calendário religioso e cultural anual”, diz o comunicado da Câmara.

Artesãos como Rosa Ramalho, Rosa Côta, Mistério, Ana Baraça, Maria Sineta, e tantos outros, notabilizaram esta produção no contexto da arte popular, abrindo novos caminhos para uma perceção mais alargada do figurado barcelense, que é um dos poucos produtos artesanais certificados em Portugal.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Barcelos

Um século de energia elétrica em Barcelos

Publicado

a

Foto: Divulgação

Comemoram-se, esta segunda-feira, cem anos de energia elétrica em Barcelos. Na noite de 13 de novembro de 1917, uma terça-feira, foi inaugurada a luz elétrica na então vila. Cerca de um ano mais tarde, em 27 de abril de 1918, ficou completamente iluminada. Nos finais de julho de 1916, chegou à Furada – Penida – o cabo elétrico para conduzir a energia para a iluminação pública e particular de Barcelos.

A luz elétrica veio substituir os 177 lampiões de petróleo existentes (que custavam 30 reis por noite), que iluminavam Barcelos só nas noites em que não houvesse luar, sendo João Francisco da Silva, da freguesia de Alvelos, o último lampinista.

A luz elétrica de instalação subterrânea foi inaugurada em 1 de maio de 1938.

A Câmara Municipal de Barcelos vai comemorar cem anos de energia elétrica em Barcelos com uma conferência a realizar no dia 9 de dezembro, pelas 17:00, no auditório da Biblioteca Municipal. Será orador o Prof. Doutor João Figueira, doutorado em “Estruturas Sociais da Economia e História Económica”, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, mestre em História Económica e Social Contemporânea, e licenciado em História da Arte, pela Faculdade de Letras da mesma universidade.

Seguir-se-á a inauguração de uma exposição iconográfica e documental sobre o mesmo tema que, depois de exibida na Biblioteca Municipal, percorrerá os estabelecimentos de ensino concelhio.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Barcelos

Águas de Barcelos distinguida com selo de “qualidade exemplar para consumo humano”

Publicado

a

Foto: Divulgação

A Águas de Barcelos (AdB) foi distinguida com o selo de “qualidade exemplar da água para consumo humano”. A certificação foi entregue, ao presidente do Conselho de Administração, Luís Vasconcellos, durante a 12ª Expo Conferência da Água, integrada nos “Prémios e Selos de Qualidade dos Serviços de Águas e Resíduos – ERSAR 2017”.

“Uma das coisas que este país tem de melhor é a água. Algumas entidades gestoras são mais excecionais do que outras e este selo serve para as distinguir. Cabe-lhes por inteiro. Só tivemos a parte mais simples de juntar os dados e dizer: parabéns“, disse Orlando Borges, presidente da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), que promoveu a conferência com o jornal Água & Ambiente.

Para a atribuição deste selo foram avaliadas as entidades prestadoras de serviços de abastecimento público de água que, no último ano de avaliação regulatória, tenham assegurado uma qualidade exemplar da água para consumo humano, verificando cumulativamente: 100% de cumprimento do número de análises agendadas no programa de controlo de qualidade da água (PCQA) aprovado; ≥ 99% de cumprimento dos valores paramétricos; ≥ 99% de cumprimento dos valores paramétricos de controlo de rotina 1 (bactérias coliformes e Escherichia coli); ≥ 99% de cumprimento de todos os valores paramétricos de cheiro e sabor e ≥ 50% no índice de conhecimento infraestrutural e de gestão patrimonial.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Populares