Seguir o O MINHO

Desporto

“Cada combate vai ser uma final”

Tóquio2020

em

Foto: DR / Arquivo

A judoca portuguesa Telma Monteiro quer voltar ao pódio olímpico em Tóquio2020, depois do bronze no Rio2016, mas alerta para a qualidade na sua categoria de peso, em que “cada combate vai ser uma final”.

Em entrevista à Lusa, a judoca de 35 anos, que no Rio2016 conseguiu o único pódio da delegação lusa, afirma sentir-se “muito bem”, e a campeã da Europa deste ano reconhece de imediato que a “boa preparação” e ter já defrontado algumas das adversárias que vai encontrar a levam a aspirar com nova medalha.

“Estou à altura do meu desafio, que é ficar no pódio. (…) Vai ser extremamente difícil, a minha categoria de peso [-57 kg] é muito competitiva, se a última [do ‘ranking’] ficar no pódio ninguém fica surpreendido. Cada combate vai ser uma final. Estarei bem fisicamente, e bem preparada, e a parte psicológica é que fará mais diferença”, explica, antevendo a sua competição, marcada para 26 de julho.

Mais do que os últimos combates, é “todo um dia muito difícil” que terá de ultrapassar para chegar ao pódio na capital do Japão. “É um objetivo realista, mas tenho consciência da dificuldade”.

Questionada sobre se este seria o maior desafio da carreira, afirma já ter tido “muitos desafios que as pessoas não veem”. “Os maiores desafios às vezes são nos bastidores e a competição é o resultado do que ultrapassamos no dia a dia”, considera.

“O meu desafio é diário, e aquele vai ser mais um, o resultado de todos os desafios até aqui”, completa a atleta, ainda insatisfeita com o sétimo posto nos Mundiais.

Além da responsabilidade no ‘tatami’, Telma Monteiro, que vai estar pela quinta vez na competição olímpica, vai voltar a encabeçar o desfile da comitiva lusa, tal como em Londres2012 e no encerramento do Rio2016, em novo ponto alto de uma carreira que faz dela a mais condecorada do judo nacional e um dos maiores nomes a nível europeu.

Portugal vai estar representado por 92 atletas, em 17 modalidades, nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, que vão ser disputados entre 23 de julho e 08 de agosto, depois do adiamento por um ano, devido à pandemia de covid-19.

A competição de judo, em que Portugal conta com Catarina Costa (-48 kg), Joana Ramos (-52 kg), Telma Monteiro (-57 kg), Bárbara Timo (-70 kg), Patrícia Sampaio (-78 kg), Rochele Nunes (+78 kg), Anri Egutidze (-81 kg) e Jorge Fonseca (-100 kg), decorrerá de 24 a 31 de julho, no Nippon Budokan, com a discussão de duas categorias, uma masculina e uma feminina, por dia.

Populares