Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Caça ao lobo-ibérico marcada para este domingo na Galiza

Polémica

em

Lobo ibérico em Outeiro. Foto: Facebook de José Morais

A Associação Animalista Libera denunciou hoje uma “caçada para abater lobos” a realizar este domingo, no município de Xove, em Lugo, na Galiza, que contará com apoio do Conselho do Meio Ambiente e da autarquia local, num alegado esforço de reduzir a espécie face às mortes de gado na região, supostamente perpetuados pelo animal selvagem.

A batida, que ocorrerá na área de terreno do couto de caça “O Azor” e estende-se aos município vizinhos de Cervo e Burela, está a ser amplamente criticada por defensores dos animais porque consideram que a autorização “não se ajusta à normativa da região”.

A Libera denuncia o “papel nefasto” da autarquia de Xove e do presidente da Câmara que, dizem, tem manifestado ódio aos lobos pelas “supostas perdas” que têm sofrido algumas ganadarias da região.

Criticam ainda o executivo por não colocar nenhuma medida preventiva para se evitar estas batidas. É que, diz a associação, o plano de gestão do lobo de 2008, o último implementado na região, refere que este município pode efetuar controle de espécies em carácter excepcional mas que só podem ser feitos por agentes do município e “em nenhum caso” por batidas de “aficionados da caça”.

Por esse motivo, a associação vai protestar esta “montaria” por existir um “atropelo cada vez maior de uma espécie protegida”. Dizem ainda que não há evidências científicas que demonstrem uma “vantagem na caça de lobos” por não estar provado que a diminuição da espécie faça com que os ataques aos animais domésticos e gado diminuam.

Populares