Seguir o O MINHO

Ave

Brutal acidente em Famalicão mata dois jovens

em

Dois jovens, com 20 anos de idade, morreram esta madrugada de sábado em brutal acidente na Estrada Nacional (EN) 204 no concelho de Famalicão junto à “Louropel”.
O carro caiu numa ribanceira, com seis metros de altura, parando apenas no interior de um ribeiro.

Ainda estão por apurar as circunstâncias em que se seu o sinistro rodoviário, na freguesia de Louro, sabendo-se apenas que os dois jovens, naturais da freguesia de Oliveira Santa Maria, concelho de Famalicão, seguiam no sentido Barcelos / Famalicão.

O carro, um Renault Clio, entrou em despiste, embateu violentamente num muro de um ponte, galgou uns railes e “voou” para o fundo de uma ribanceira. O alerta foi dado pouco depois das 04:00 horas.

Os Bombeiros Voluntários Famalicenses, com o apoio da VMER de Famalicão, deslocaram para o local vários meios, incluindo viatura de desencarceramento, pois os jovens estavam presos no interior da viatura.

No entanto, à chegada, os jovens já se encontravam cadáveres, suspeitando-se que um deles poderá ter morrido afogado, pois tinha a cabeça submersa.

Os corpos dos jovens foram removidos juntos com a viatura, com recurso a uma grua, sendo desencarcerados na já na via e transportados para a morgue do Hospital de Famalicão.

Para além dos meios no socorro, no local estiveram elementos da GNR de Barcelos e Famalicão, assim como o Pelotão de Intervenção Rápida da GNR de Braga e o Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação da GNR de Braga.

A EN 204 esteve cortada ao trânsito durante três horas, sendo reaberta já perto das 08:00 horas.

Anúncio

Ave

Empresa de Famalicão doa um milhão de luvas aos hospitais

Covid-19

em

Foto: Ilustrativa / DR

A empresa famalicense Raclac, especialista no fabrico de produtos de produção individual, anunciou hoje a doação de um milhão de luvas aos hospitais onde existam centros de internamento para doentes Covid-19 positivos.

Através da sua página na rede social Facebook, a empresa sediada em Cruz, anunciou a entrega, não especificando data ou os moldes em que o pretende fazer.

Continuar a ler

Guimarães

Covid-19: Unidade de rastreio instalada em Guimarães

Atendimento a utentes críticos a partir deste sábado.

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

A estrutura da unidade de rastreio à Covid-19 no Multiusos de Guimarães está a ser montada esta sexta-feira e a abertura decorre este sábado, 28 de março, numa articulação definida entre a Câmara de Guimarães, a ARS-Norte e UNILABS, foi hoje anunciado.

Numa primeira fase serão realizados 100 rastreios por dia e destinam-se apenas aos utentes críticos indicados pela ARS. Nos próximos dias será disponibilizada uma linha de contacto pela UNILABS aberta à comunidade a fim de efetuar agendamento para novos testes.

Em comunicado, Domingos Bragança, presidente da Câmara, reafirma a “prioridade de rastreio a todos os utentes de lares de Idosos e cuidadores”, no sentido de “minimizar a propagação do vírus e contribuir para o bom funcionamento das instituições nas respostas sociais à população idosa”, assumindo a câmara “se necessário” os custos financeiros deste rastreio.

Na mesma nota, o autarca enfatiza as medidas que a câmara tem tomado para “informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação”.

Continuar a ler

Ave

Regulamento para redução de tarifas nos transportes da CIM Ave em consulta pública

Comunidade Intermunicipal do Ave

em

Foto: Arquivo

O projeto do regulamento para a implementação de reduções nas tarifas dos transportes públicos da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave encontra-se a partir desta sexta-feira em consulta pública, por 30 dias, segundo publicação em Diário da República.

O “Regulamento das Regras Gerais para a Implementação do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (PART) da CIM do Ave”, foi aprovado pelo Conselho Intermunicipal daquela associação, a 27 de fevereiro, e prevê reduções nas tarifas dos transportes coletivos entre os seus municípios que podem chegar aos 50%, com o objetivo de “apoiar a população, promovendo a universalidade e acessibilidade” dos transportes públicos.

O regulamento prevê reduções nos preços dos bilhetes e passes nos municípios de Cabeceiras de Basto, Fafe, Póvoa de Lanhoso, Vizela e Mondim de Basto, sendo que Guimarães, Vieira do Minho e  Famalicão não delegaram na CIM a gestão dos seus transportes públicos, pelo que não são abrangidos.

No dia 13, a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave anunciou que vai implementar descontos de 30% no passe social e no cartão “pré-pago” dos serviços públicos de transporte de passageiros a partir de 01 de abril.

Em comunicado, a CIM referiu que os descontos serão implementados ao abrigo do PART.

“Com esta medida, pretende-se apoiar a população, promovendo a universalidade e acessibilidade dos serviços públicos de transporte de passageiros e fomentando a coesão económica e social”, lê-se no projeto do regulamento.

Os descontos nos passes sub-23, estudante, sénior e bilhetes simples em Mondim de Basto serão de 50% do valor atual, sendo que o passe social e nos cartões pré-pagos serão de 30% (podendo atingir os 50% em Cabeceiras de Basto, Mondim de Basto e Vizela) e de 100% no passe circuito urbano no município de Fafe.

A CIM do Ave lembra que “os Operadores encontram-se vinculados à obrigação de serviço público de natureza tarifária, durante o período de vigência do presente Regulamento e, no máximo, pelo prazo aplicável à autorização, concessão e/ou contratualização ao abrigo da qual atuem”.

No entanto, o documento prevê a possibilidade de “compensações” a atribuir aos operadores afetados.

A CIM do Ave é uma associação de municípios de direito público com fins múltiplos, criada em 14 de abril de 2009, que tem por finalidade promover a gestão de projetos intermunicipais e compreende um total de oito municípios, 236 freguesias.

É constituída pelos municípios de Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Mondim de Basto Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e Vizela.

Continuar a ler

Populares