Redes Sociais

Bruno de Carvalho recusa “futriquices” e lança desafio ao presidente do SC Braga

Foto: Divulgação

Desporto

Bruno de Carvalho recusa “futriquices” e lança desafio ao presidente do SC Braga

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, escusou-se esta terça-feira a responder ao “desafio” do SC Braga porque recusa “futriquices”, admitindo que apesar do fora de jogo a Fransérgio ser mal assinalado, os leões também foram prejudicados num penálti.

À margem de uma conferência em que foi orador na Web Summit, em Lisboa, Bruno de Carvalho foi questionado pelos jornalistas sobre as declarações do diretor de comunicação do Sporting, Nuno Saraiva, sobre as quais os responsáveis minhotos já afirmaram esperar “uma tomada de posição pública” do presidente da SAD do Sporting, no sentido de se demarcar das mesmas.

“Parece que o Salvador me lançou um desafio. Há um desafio que eu não faço que é ir a correr para a sala de conferências do SC Braga. Não preciso porque tenho uma boa no meu estádio”, ironizou.

O presidente leonino respondeu apenas com outro repto: “eu lanço-lhe um desafio a ele, que vá ver as imagens de há três meses atrás de um lance de um jogo com o Benfica e que me mande a conferência de imprensa que ele fez a seguir a falar sobre esse lance de fora de jogo e depois podemos falar do resto“.

“De resto, futriquices não é comigo. Isso é mais para as faxineiras, não é comigo”, atirou.

Questionado sobre o lance do qual o SC Braga se queixa, uma vez que foi assinalado fora de jogo a Fransérgio, Bruno de Carvalho começou por afirmar que o jogador bracarense “marca o golo quando já tinha sido ‘apitado’, portanto, supostamente, já nem devia poder chutar”.

“Não tenho pejo nenhum em dizer que não me parece que haja fora de jogo. Mas aquele ‘pisão’ ao Podence, ele já é pequenino e ainda encurtou mais 10 centímetros”, disse ainda.

Por isso, para o responsável do Sporting é “entre um golo mal anulado” e “um penálti daquela dimensão”.

“Estamos a brincar com o que se anda a passar no futebol. Uns brincam e o presidente do Sporting é castigado. Depois outros lançam desafios, mas isso já é o costume. Coitado do Podence e da falta que ele sofreu”, concluiu.

Sobre o facto de o Benfica ter classificado a última ronda como a jornada da vergonha, Bruno de Carvalho voltou à ironia: “associar Benfica e vergonha, acho que fez uma pergunta muito bem-feita”.

O SC Braga já tinha anunciado esta terça-feira a apresentação de queixas-crime contra o diretor de comunicação do Sporting, Nuno Saraiva, assim como participações disciplinares a este e à SAD ‘leonina’ ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

As queixas-crime em relação a Nuno Saraiva, em nome da SAD bracarense e do seu presidente, António Salvador, surgem na sequência das declarações do diretor de comunicação do Sporting após o jogo entre as duas equipas, no domingo, da 11ª jornada da I Liga de futebol (2-2).

Depois de alguns considerandos sobre a partida e os lances mais polémicos, Nuno Saraiva focou-se na “excelente forma física do presidente António Salvador”, assim como na que “os jogadores do Braga apresentam sempre que jogam” com o Sporting.

“São ambos, na minha opinião, um ‘case study’. Um porque está em tão boa forma que chega sempre em tempo recorde à sala de imprensa de Alvalade, falando a uma velocidade estonteante, facto que aliás não acontece quando joga com Benfica ou Porto. Os seus jogadores que, contra o Sporting, acabam os 90 minutos como se estivessem a começar o jogo. Fantástico! Parabéns aos preparadores físicos do Braga pois conseguem ter um presidente com esta forma em linha absoluta com os seus atletas”, escreveu no seu Facebook.

Os responsáveis minhotos esperam “uma tomada de posição pública” do presidente da SAD do Sporting, Bruno de Carvalho, no sentido de se demarcar das declarações de Nuno Saraiva.

“Que defina claramente se a instituição Sporting Clube de Portugal honra a grandeza do seu passado e dos seus valores ou se, por outro lado, se revê em suspeições torpes, insidiosas e rasteiras. Por não ser este o Sporting que aprendemos a respeitar e admirar, é para a SAD do SC Braga fundamental que esta instituição, através da instância maior que é o seu presidente, se demarque inequivocamente do teor das afirmações produzidas pelo seu diretor de comunicação”, pode ler-se.

Jornal digital da região do Minho.

Mais Desporto