Seguir o O MINHO

Desporto

‘Bronca’ na gala do Braga: Clube diz só ter convidado atletas que seriam premiados

Gala Legião de Ouro

em

Foto: DR

A antiga questão sobre a importância das modalidades extra-futebol num clube voltou à baila esta segunda-feira à noite, com o discurso da nadadora olímpica do SC Braga, Tamila Holub, onde apontava que não tinha sido convidada para a Gala Legião de Ouro, do clube bracarense, onde os melhores atletas do ano são premiados.

‘Bronca’ na gala do Braga: Tamila Holub, apurada para os Olímpicos, não foi convidada

À televisão do clube, a nadadora com presença marcada nos Jogos Olímpicos de Tóquio, lamentou não ter sido convidada e que apenas estivesse na gala por ser acompanhante de José Paulo Lopes, que ia receber um prémio.

Tamila referiu que iria continuar a trabalhar com afinco para que existisse maior reconhecimento pelas modalidades, algo que não terá caído bem no seio da direção do clube.

Ao final da tarde desta terça-feira, o emblema arsenalista respondeu, através de um comunicado, alegando não ter convidado nenhum atleta que não estivesse na lista para ser premiado durante a gala.

“Sabendo não ser possível que a sala do Theatro Circo receba as largas centenas de atletas das modalidades amadoras do SC Braga, o clube assumiu o critério de convidar apenas os atletas que seriam premiados e os seus treinadores”, esclarece.

O Braga garante não ter “diferenciando a nadadora Tamila Holub de outros atletas de eleição como os campeões do mundo Bê Martins ou Léo Martins, a recordista Mariana Machado, o multimedalhado Júlio Ferreira ou tantos outros atletas”.

“O SC Braga assume que Tamila Holub não foi convidada para a cerimónia em primeira instância”, refere, acrescentando que, após pedido da secção de natação, “concordou em enquadrar a sua nadadora na Gala Legião de Ouro”, como acompanhante de José Paulo Lopes.

Os braguistas dizem que a “declaração de Tamila Holub falha desde logo o compromisso com a verdade, e por isso fere o seu clube, mas belisca e desrespeita, acima de tudo, os seus colegas que ontem foram distinguidos e homenageados”.

Mas Tamila, já depois do comunicado do clube e através das redes sociais, voltou a lamentar a alegada falta de atenção para com as modalidades, agradecendo a quem enviou mensagens de apoio.

Facebook de Tamila Holub / DR

E, sobre esse mesmo apoio, o Braga tinha ainda algo a dizer. É dito, no mesmo comunicado do clube, que “Tamila Holub é a primeira nadadora da história do SC Braga a ter contrato com o clube”.

“Aliás, mesmo tendo a atleta decidido partir para os Estados Unidos da América – experiência que posteriormente optou por concluir – o SC Braga insistiu para que Tamila Holub se mantivesse ligada ao clube, propondo-lhe e assinando um contrato que sempre fez questão de honrar e que constituiu a rede de segurança que lhe permitiu regressar a Portugal, ao clube e ao treinador que sempre a apoiaram e sempre se lhe dedicaram”.

“Para além do treinador Luís Cameira, que sendo funcionário do SC Braga acompanha a atleta até nas participações ao serviço da Seleção Nacional, o clube presta a Tamila Holub os serviços dedicados de um fisioterapeuta, assegura todas as quatro deslocações semanais para a Póvoa de Varzim, onde é possível treinar em piscina de 50 metros, e procura assegurar-lhe seis treinos semanais em Braga”, justifica o emblema minhoto.

Populares