Braga: Workshop “Transcrever” valoriza relação entre Município e Universidades

Iniciativa decorre até ao dia 12 na Veiga de Penso.

Três dezenas de alunos e professores portugueses e estrangeiros participam desde hoje, 7 de Setembro, num workshop intitulado ‘Transcrever’, um espaço de convívio e experimentação que tem como suporte comum a Veiga de Penso. A iniciativa resulta da parceria entre o Município de Braga, Universidade do Minho e as Juntas de Freguesia daquela zona do Concelho.

Até ao próximo dia 12 de Setembro, os estudantes de Arquitectura, Arquitectura Paisagista, Geografia, Multimédia e Literatura vão realizar trabalho de campo, visitas, caminhadas, mapeamento, tirando partido dos recursos materiais e humanos que a Veiga de Penso tem para oferecer.

Na sessão de boas-vindas realizada esta tarde, Miguel Bandeira, Vereador do Planeamento e do Urbanismo do Município de Braga, destacou o facto do projecto “levar o conhecimento para o território, possibilitando às populações das zonas rurais do Concelho a oportunidade de contactarem com alunos e docentes do ensino superior”.

Workshop Braga

“Esta é uma iniciativa que ajuda a valorizar a relação do Município com as Universidades e a promover Braga além-fronteiras, já que neste workshop estão alunos e professores vindos de França, Espanha e Itália”, acrescentou, enaltecendo também o apoio “fundamental” das autarquias da zona de Veiga de Penso.

 

“No final do projecto teremos certamente propostas valiosas de intervenção neste território e uma comunidade participativa resultado da troca de experiências. Pretende-se que sejam desenvolvidas estratégias colaborativas que interpelem os modelos de análise territorial tradicionais, através da partilha directa, sendo os participantes sempre encorajados a usar a sua criatividade”, afirmou.

Já Vicenzo Riso, da Escola de Arquitectura da UMinho, referiu que o workshop é uma “oportunidade de contribuir para o desenvolvimento das comunidades locais conforme as suas necessidades e problemáticas”.

O docente destacou também parceria com o Município de Braga.

“Esta é a primeira de muitas oportunidades de colaboração que terão o Concelho de Braga como uma espécie de laboratório vivo para aplicação e desenvolvimento do nosso conhecimento”, disse.

Os participantes estão instalados em tendas, nas imediações do edifício da Junta de S. Vicente de Penso e, ao longo de toda esta semana vão participar num conjunto de actividades transversais e de apoio, tais como encontros com as comunidades da Veiga de Penso, refeições comunitárias, projecção de filmes, aulas e eventos sociais.

No final, os trabalhos resultantes serão apresentados num fórum e darão lugar a uma exposição a realizar no GNRation entre os dias 28 de Setembro e 9 de Outubro.

O evento pode ser seguido através da página do Facebook.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Braga inaugurou Centro de Medicina Desportiva para garantir segurança na actividade física

Próximo Artigo

Guimarães comemora Semana da Mobilidade de 16 a 22 de setembro

Artigos Relacionados
x