Seguir o O MINHO

Desporto

Braga Warriors está a recrutar novos jogadores de futebol americano

em

Já há 10 anos a recrutar jogadores que muitas vezes não conheciam o futebol americano, o Braga Warriors começa na próxima semana mais um período para captar novos atletas. Os treinos serão sempre às terças e quintas-feiras pelas 21:30 no Campo da Caseta, em Nogueira. Qualquer um pode tentar, e o trabalho da equipa técnica será convencer aos que não conhecem a modalidade profundamente.

– É um dos trabalhos mais difíceis que nós temos. Conseguimos convencer por ser um desporto diferente, que as pessoas vêem em filmes e séries. Visualmente é apelativo, tem os equipamentos. É um desporto amador, físico, não podemos negar, e existe alguma dificuldade de compromisso, as pessoas trabalham, a coordenação não é fácil. Mas temos conseguido nesses 10 anos renovar a equipa, e somos uma equipa que conseguimos manter um crescimento constante, de renovação de núcleo de atletas, e isso tem refletido nos resultados, apesar de não termos conquistado um título, estamos sempre nos playoffs, o oitavo ano consecutivo, estivemos em duas finais, e queremos continuar”, disse Tiago Ranhada, quarterback da equipa, a O MINHO.

“Agora, passados 10 anos da criação da equipa, alguns atletas foram saindo, cederam os equipamentos, já temos alguma infraestrutura, e quem chega, não precisa fazer o investimento financeiro. O que falamos é que tenham curiosidade, venham convivam com o núcleo, só é preciso ter vontade”.

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Tiago Ranhada assinala ainda a “democracia” do futebol americano e que “cada posição pede uns atributos físicos muito específicos. Podemos trabalhar com as caracteríticas físicas de cada jogador para beneficiar a equipa”.

Para o recrutamento, o Braga Warriors sugere pelo menos três treinos. O primeiro para dar a conhecer o que é o futebol americano através de alguns exercícios, e no segundo já com equipamentos e contato. No terceiro começa a integração com os outros membros e a rotina de treinos.

“Dizemos às pessoas que venham a mais de um treino, é um desporto muito complexo, e não é num treino que vão saber se gostam. Seria impossível saber o que é o futebol americano em um só treino”, disse.

Para além do recrutamento, o Braga Warriors buscam outras atividades para dar a conhecer o desporto. As redes sociais são ferramentas sempre utilizadas, mas também há eventos pela cidade, associações com a Universidade do Minho e contribuições em campanhas como no último Outubro Rosa.

Este ano a equipa vai abrir inscrições também para pessoas de 15 e 16 anos, que não podem ainda competir, mas que podem fazer parte de uma equipa de desenvolvimento.

Populares