Seguir o O MINHO

Região

Braga, Viana e Guimarães são os concelhos com maior poder de compra no Minho

Braga é o único acima da média nacional

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou esta semana o Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio, num ranking anual produzido pela 15.ª vez.

Da análise do índice (onde 100 equivale à média nacional) ressalta que Braga é o único concelho da região do Minho (distritos de Braga e Viana do Castelo) com um poder de compra per capital superior à média do país.

Ranking (Minho)

Acima de 100:

1. Braga 108,78

Entre 90 e 100:

2. Viana do Castelo 93,77
3. Guimarães 91,30

Entre 75 e 90:

4. Famalicão 89,86
5. Cerveira 85,85
6. Esposende 85,18
7. Valença 83,20
8. Vizela 83,17
9. Barcelos 80,12
10. Caminha 79,25
11. Fafe 75,53

Abaixo de 75:

12. Ponte de Lima 72,24
13. Amares 71,91
14.Póvoa de Lanhoso 71,35
15. Monção 71,30
16. Vila Verde 70,39
17. Arcos de Valdevez 68,57
18. Paredes de Coura 67,27
19. Vieira do Minho 67,26
20. Cabeceiras de Basto 66,51
21. Ponte da Barca 65,54
22. Terras de Bouro 63,79
23. Melgaço 62,09
24. Celorico de Basto 57,47

Comunidade Intermunicipal

1. CIM Cávado 91,74
2. CIM Ave 85,34
3. CIM Alto Minho 80,50

O relatório indica que mais de metade do poder de compra nacional está restrito às áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa. Os números remontam ao ano de 2019 e mostram que 32 dos 308 municípios têm poder de compra acima da média nacional.

“No conjunto, as duas áreas metropolitanas concentravam mais de metade (52%) do poder de compra, apesar de reunirem 45% da população do país“, pode ler-se no estudo.

Para chegar a estes cálculos, o INE utiliza o indicador per capita (IpC) do poder de compra, que “pretende traduzir o poder de compra manifestado, em termos per capita, nos diferentes municípios ou regiões, tendo por referência o valor nacional (Portugal = 100)”.

EM FOCO

Populares