Seguir o O MINHO

Braga

Braga: Torrestir vai investir 10 milhões e espera crescer “dois dígitos” este ano

Economia

em

Foto: DR / Arquivo

A Torrestir, empresa de transporte de mercadorias, distribuição e logística sediada em Braga, vai investir 10 milhões de euros este ano na ampliação de instalações, plataformas, centros logísticos e parque de viaturas, prevendo aumentar em “dois dígitos” a faturação, segundo o presidente.

“Com o aumento de clientes, de mercado e de novas oportunidades de negócio temos também de aumentar as nossas instalações, as nossas plataformas, os nossos centros logísticos e os nossos parques de viaturas. Vamos seguir o plano de investimento que já estava desenhado e predefinido. Este ano o valor do investimento deverá rondar os 10 milhões de euros”, avançou o presidente do Conselho de Administração da Torrestir, em entrevista à agência Lusa.

De acordo com Fernando Torres, nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto o crescimento da empresa, de cariz familiar e sediada em Braga, vai mesmo obrigar a “aumentar as instalações com a construção de novos armazéns”.

“São as exigências de crescimento dos clientes que fazem com que tenhamos obrigatoriamente de crescer”, sustenta, salientando que, em 2020, os envios de ‘e-commerce’ (comércio eletrónico), impulsionados pelo confinamento resultante da pandemia, aumentaram 53%.

“O aumento destes nichos de mercado permitiu-nos crescer, mas de forma adequada e sustentada”, afirmou o responsável, apontando a criação de “novas rotas e novas plataformas para armazenamento, de novas viaturas e de novos motoristas”, mas “dentro de um enquadramento que já estava previsto”.

Segundo salienta Fernando Torres, “antes da pandemia surgir [o grupo] já estava preparado para o ‘boom’ neste nicho de mercado, possuindo “mesmo clientes cuja atividade se moldou para o ‘e-commerce’ e o ‘delivery’”.

Após ter aumentado o volume de negócios em 5% em 2020, superando os 230 milhões de euros, a meta da Torrestir para este ano é “crescer [a] dois dígitos”: “E já estamos bem lançados para atingir esse objetivo”, assegura Fernando Torres.

Recordando os quase 60 anos de vida do grupo Torrestir, o responsável destaca que este opera num “mercado competitivo, com grupos internacionais fortíssimos” como concorrentes.

“Todos os dias vamos trabalhar para nos superarmos e nos reinventarmos. Temos imensos projetos para lançar. Ideias inovadoras e tecnológicas. Queremos que os nossos filhos e os nossos netos tenham orgulho neste legado e também eles tenham a sua quota-parte no desenvolvimento futuro da Torrestir”, sustenta.

No passado dia 06 de maio, a Torrestir inaugurou a Plataforma de Distribuição de Palmela, com uma área total de 41.000 metros quadrados, dos quais 8.100 metros quadrados de área coberta, 120 empregados e destinada a serviços de distribuição, grupagem e logística.

Com inauguração prevista “para breve” está um armazém de logística atualmente em construção no MARL – Mercado Abastecedor da Região de Lisboa, dirigido para as áreas farmacêutica e alimentar, setor onde o grupo avançou há cerca de 15 anos criando câmaras frigoríficas em quase todas as suas plataformas para dar resposta às necessidades desta atividade.

Populares