Seguir o O MINHO

Braga

Braga tem 50 milhões de euros para reabilitação urbana (destinados a particulares)

em

A partir do dia 9 de julho estará disponível um programa de financiamento de 50 milhões de euros para a reabilitação urbana, destinado a particulares, na cidade de Braga.


Este anúncio foi feito por Vítor Reis, presidente do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), durante o seminário de encerramento do projecto “Regeneração Urbana – Novo Impulso”, que teve lugar na Associação Empresarial de Portugal (AEP).

Este programa de financiamento, que conta com o apoio do Banco Europeu de Investimento e do Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa, irá oferecer, aos particulares que pretendam reabilitar, de forma integral, as habitações com mais de 30 anos, acesso a um financiamento que poderá chegar aos 90 %. O prazo máximo de empréstimo será de 15 anos, com uma taxa fixa de 2,9%.

unnamed

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, que esteve presente neste seminário, revela que esta medida é “extremamente oportuna”, numa altura em que os Centros Históricos estão a sofrer uma “degradação acelerada”. Acrescenta que a “iniciativa deve partir dos privados”, sendo que os Municípios deverão ter “um papel facilitador” em todo este processo.

“Os Municípios não são os protagonistas exclusivos dos esforços de regeneração urbana. Eles terão de ser catalisadores dos esforços colectivos que os proprietários têm de desenvolver em termos de reabilitação dos muitos espaços degradados”, afirma Ricardo Rio, acrescentando que os municípios têm feito o seu papel através de inúmeras iniciativas que conjugam políticas de estímulo.

O concurso de ideias para a regeneração da Avenida da Liberdade e áreas adjacentes e a cooperação com a Universidade do Minho, com o objetivo  de “aplicar conhecimento académico nas diferentes áreas da gestão municipal” foram projetos evidenciados por Ricardo Rio durante a sua intervenção.

O seminário, desenvolvido pela CIP – Confederação Empresarial de Portugal debruçou-se sobre o tema ‘As cidades e a regeneração: que futuro?’. Neste debate, moderado por Pedro Capucho, da CIP, participaram – além de Ricardo Rio e de Vítor Reis – o presidente da NERBE/AEBAL de Beja, Filipe Pombeiro, e Luís Tão, presidente da NERVIR – Vila Real. A sessão de encerramento esteva a cargo de António Saraiva, presidente da CIP.

Anúncio

Braga

“Um diamante”. Tiago Barbosa, da Póvoa de Lanhoso, está nas finais do The Voice

O cantor Tiago Barbosa, da Póvoa de Lanhoso, apurou-se este domingo para as galas do concurso televisivo The Voice, transmitido na estação televisiva RTP, com a música de Marvin Gaye, Let’s Get It On. Depois de passar três fases – “Prova às cegas”, “Batalhas” e “Tira-teimas” -, o melódico intérprete minhoto foi escolhido por Áurea – que o apelidou de ‘diamante’ -, para integrar a sua equipa nas grandes galas finais do concurso.

em

O cantor Tiago Barbosa, da Póvoa de Lanhoso, apurou-se este domingo para as galas do concurso televisivo The Voice, transmitido na estação televisiva RTP, com a música de Marvin Gaye, Let’s Get It On. Depois de passar três fases – “Prova às cegas”, “Batalhas” e “Tira-teimas” -, o melódico intérprete minhoto foi escolhido por Áurea – que o apelidou de ‘diamante’ -, para integrar a sua equipa nas grandes galas finais do concurso.

Continuar a ler

Braga

Câmara de Braga debate criação de apoios a fundo perdido à restauração e ao comércio

Proposta do PS

em

Foto: Facebook de Município de Braga

O executivo da Câmara de Braga discute e vota, esta segunda-feira, uma proposta dos vereadores do PS, propondo a criação de um fundo, para apoios a fundo perdido, aos setores da restauração e do comércio que tenham tido uma quebra de 25 por cento nas suas receitas por causa da pandemia.

A ideia, que fora já adiantada pelo líder dos socialistas Artur Feio, na última reunião de Câmara, sugere, ainda, a isenção da derrama para os dois setores em 2020 e 2021 e a isenção do pagamento das tarifas de água e de lixo.

Pedem, ainda, o prolongamento, no primeiro semestre do próximo ano, das isenções de taxas já em vigor, como é o caso das esplanadas.

Nos quatro casos, e além da descida na faturação de 25 por cento entre janeiro e setembro deste ano, os socialistas salientam que tal só será aplicado às empresas ou empresários individuais que não tenham dívidas à Segurança Social, ao Fisco e ao próprio Município

Há dias, o presidente da Câmara, Ricardo Rio recebe dia 24, a União de restaurantes do Minho, que pedia a criação de um fundo idêntico, tendo recusado essa hipótese.

O objetivo da proposta, subscrita, ainda, pelas vereadoras Liliana Pereira e Helena Teixeira, é o de ajudar a “proteger os setores económicos mais atingidos e mais vulneráveis, quer pela quebra do turismo, quer pela diminuição do número de pessoas que diariamente circulam pelo concelho”.

Na reunião, que decorre por videoconferência, estão, ainda em análise, entre outros assuntos, as opções do Plano e Orçamento para 2021; os relatórios de execução orçamental das empresas municipais; a proposta de atribuição de medalhas municipais; a adesão do Município de Braga ao Green City Accord, da Comissão Europeia; contratos interadministrativos de delegação de competências com diversas Freguesias do Concelho e propostas de apoios financeiros.

Continuar a ler

Braga

Braga: Temporada de Música de Câmara com três concertos de 03 a 17 de dezembro

Cultura

em

Foto: Divulgação

Braga vai acolher a I Temporada de Música de Câmara, que prevê a realização de três concertos entre os dias 03 e 17 de dezembro, às 19:00, no Salão Medieval da Reitoria da Universidade do Minho, anunciou hoje a instituição.

Os concertos, com direção artística de Miguel Simões, integram um repertório instrumental que abarca diferentes períodos da história da música, contando com intérpretes portugueses e estrangeiros, sublinhou.

Os espetáculos terão acesso limitado de acordo com as regras da Direção-Geral da Saúde (DGS), advertiu.

Continuar a ler

Populares